Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNO PADECER


 

Minha alma gritou silenciosa
Implorando um alento a dor
Mas a angustia foi mais dolorosa
Quando senti tamanho desamor!

 

O céu de tristeza escureceu
As estrelas não mais brilharam
Solitária a lua se escondeu
E nuvens de tristeza me abraçaram.

 

Porque me abandonaste dessa forma?
Porque não foste capaz de me amar?
Nada mais faz sentido em meu viver

 

Não mais irei dançar sorrir ou cantar
Não mais verei a luz do sol ou do luar
Viverei apenas um eterno padecer!

 

Rosa D' Saron-14-06-2016



ETERNO PADECER


Em véspera do alvorecer,
Ouvi o clamor do silêncio,
Sem alento e tão pouco prazer,
Na névoa do longínquo, sombrio,

Nuvens tomaram tom do breu,
A cinza tornava-se cada vez espessa,
Pareciam noites solitárias, sem céu,
O tempo nem passava depressa,

Simplesmente fugiste o a(mar),
Como podes negar essa razão!?
Partir sem a mínima explicação,


Meus olhos padecem em cada luar,
A voz morre diante da laringe,
Sigo apenas o horizonte do padecer (...)

(M&M)


Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko e Ynu(Rosa D Saron )
Enviado por Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko em 01/02/2020
Código do texto: T6855649
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko
Angola
2543 textos (38560 leituras)
45 áudios (1133 audições)
1 e-livros (70 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/02/20 22:20)
Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko