Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUZ NA ESCURIDÃO (com José Duarte)

De candeia na imensa escuridão,
Pelas noites da Coimbra feita de nostalgia e passado,
Entre noites de fados,de ingenuidades,de noites de poesia,
De poesia e de fados em almas sem maldade.
Caminho acompanhado neste fado,
pelas ruas da minha coimbra,
Em noites de fado,nunca na escuridão,
Mas com a candeia na mão.

E sendo a candeia o nosso guia,
nos esbarramos sem querer em poesias.
Na imensa escuridão nada nos apavora.
Pois somos almas de fados e segredos
Nos alegramos, esquecendo os nossos medos.
Em tua alma,eu busco e me alimento.
Queria ser o teu amor ...o teu contentamento


José Duarte//LuciAne
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 18/11/2007
Código do texto: T741829

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60546 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 00:23)
Luciane Lopes