Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
*PLÁGIO EM COPACABANA*

Texto composto em dupla de dois com o Poeta TUSTA .
*****************************************
SAM MORENO NO COPACABANA PALACE
DE TERNO BRANCO, SAPATO VINHO
DE PURO CROMO ALEMÃO.

NA AVENIDA ATLÂNTICA, UMA MULTIDÃO
DESVAIRADA A ESPERÁ-LO, QUERENDO
AUTÓGRAFOS, QUERENDO APALPÁ-LO.

SAM MORENO, JÁ DE SACO CHEIO,
OS NEUROTRANSMISSORES FATIGADOS,
TIROU O TERNO, PÔS UM BERMUDÃO
COMPRADO EM ATENAS.

PARA DISFARÇAR, COLOCOU UMA PERUCA
A MODA LUIZ XV, E SAIU DE FININHO.
NINGUÉM NOTOU O SEU FRANCÊS,
SEU LADO GREGO, SEU SER TROIANO, EU FRASEADO ALEMÃO .


E PÔS-SE A ANDAR PELO CALÇADÃO
DE COPACABANA, E JÁ NA PRAIA
DO FLAMENGO PAROU UM POUCO
PARA ADMIRAR...

O PÃO DE AÇUCAR E A MULHERADA
DE SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO.
TOMOU ÁGUA DE CÔCO
PARA SACIAR A SEDE.

AH... AH...
LIVRE! LIVRE! LIVRE! LIVRE!
LIVRE! LIVRE! LIVRE! LIVRE!

ALGUÉM NOTOU, E LOGO DISSE:
É O SAM MORENO!!!
UMA PEQUENA MULTIDÃO
FOI SE FORMANDO, SE AVOLUMANDO...
TÁXI! TÁXI! TÁXI! TÁXI ! ! !
TÁXI! TÁXI! TÁXI! TÁXI ! ! !

SAM MORENO VIU-SE EM APUROS !
TÁXI! TÁXI! TÁXI! TÁXI ! ! !
TÁXI! TÁXI! TÁXI! TÁXI ! ! !

VIDA DIFÍCIL ESSA DE ARTISTA ! ! !
SAM MORENO EM COPACABANA
OU ERA O TUSTA QUERENDO IMITÁ-LO?
PEGA LADRÃO!!! PEGA LADRÃO!!! PEGA LADRÃO!!!
POLÍCIA!!! POLÍCIA!!! POLÍCIA!!! POLÍCIA!!!
POLÍCIA!!! POLÍCIA!!! POLÍCIA!!! POLÍCIA!!!

A MULTIDÃO GRITANDO,
BUZINA DISPARANDO... CONFUSÃO
POR TODA A ORLA MARINHA DE COPACABANA.
O RIO FICOU DE PERNAS PRO AR...
ENGARRAFAMENTO DE TRÂNSITO
ATÉ A QUINTA DA BOA VISTA,
TODA IMPRENSA NA CAPTURA DE TUSTA
DISFARÇADO DE SAM MORENO.

EM MEIO A ISSO TUDO, UM TÁXI ESTACIONOU
NO COPACABANA PALACE, TRAZENDO O VERDEIRO,
O AUTÊNTICO, O INCOMENSURÁVEL SAM MORENO.
MAS O QUE PODE SER ISSO? TROCA DE IDENTIDADE?


SAM MORENO PERGUNTA PARA ALGUÉM O QUE ESTAVA
ACONTECENDO... O PORQUÊ DAQUELE ALVOROÇO TODO!!!!
O MOÇO SACA QUE É SAM MORENO QUE, IMENDIATAMENTE,
AO NOTAR, SE CAMUFLOU DE TUSTA,
ACENDEU UM CIGARRO DE PALHA E COMEÇOU A FALAR “UAI”

SAM MORENO ABRE UM SORRISO IMENSO E CONTÍNUO. . . .
UMA MOÇINHA QUE POR LÁ PASSAVA,
PERGUNTA-LHE QUAL ERA O PRETEXTO
PARA ELE ESTAR RINDO TANTO.

SAM MORENO RESPONDEU-LHE GENTILMENTE:
- SENHORITA, É UM CASO COMPLICADO! COISAS DE POETA.
A MOCINHA QUIS SABER QUEM ERA ELE.
SAM MORENO ABRIU O JOGO:
- EU SOU O POETA SAM MORENO!

FOI UM DEUS-NOS-ACUDA! DOR DE CABEÇA...
A MOCINHA GRITOU: SAM MORENO ESTÁ AQUI!!!
NÃO DEU OUTRA:
AGARRADO PELA MULTIDÃO, QUE LHE ABRAÇAVA,
CARREGAVAM-LHE, PEDIAM AUTÓGRAFO, BEIJAVAM, RASGANDO SUAS
ROUPAS...

EM ESTADO DE PÂNICO SAM MORENO GRITAVA:
POLÍCIA ! POLÍCIA !
POLÍCIA ! POLÍCIA !
POLÍCIA ! POLÍCIA !


MAS SEU GRITO FOI LOGO ABAFADO
PELA BATERIA DA MOÇIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL,
E NÃO TEVE OUTRO JEITO,
SAM MORENO CAIU NO SAMBA POR MUITO TEMPO.
A MULTIDÃO APLAUDIA E GRITAVA:
SAM MORENO. . . SAM MORENO. . . SAM MORENO. . . !
MI KASA É SU KASA... MI KASA É SU KASA... MI KASA É SU KASA

A BATERIA DEU UM TEMPO.
SAM MORENO OUVE UM REPÓRTER DIZER
QUE TUSTA ESTAVA EM SANTA TEREZA
COM OUTRA MULTIDÃO EM SUA VOLTA .

SAM MORENO FEZ CHARME,
FEZ AMIZADE COM UMA SAMBISTA,
QUE LHE ARRUMOU UMA FANTASIA DE BAIANA
E ATACOU NO SAMBA COMENDO ACARAJÉ.

JÁ ENFASTIADO, PELO CELULAR, SAM MORENO CHAMA
O SEU HELICÓPTERO PARTICULAR
QUE FAZ UM POUSO FORÇADO NA PRAIA DO LEBLON.
OH, QUE BOM!
SAM MORENO VAI EM DIREÇÃO A SANTA TEREZA.

LÁ ESTAVA O OLÍMPICO POETA TUSTA
NA FAMOSA ESCADARIA DO CONVENTO
DE SANTA TEREZA, DISFARÇADO DE SAM MORENO .

CERCADO PELA IMPRENSA,
POR CÂMERAS FISSURADAS POR UMA IMAGEM SUA!
SAM MORENO DISFARÇADO EM TUSTA
E TUSTA DISFARÇADO EM SAM MORENO.
DÁ PRA ENTENDER?

NO MEIO AO TUMULTO,
ALGUEM ENFIA A MÃO NO BOLSO DO TUSTA,
SURRUPEIA-LHE A CARTEIRA DE IDENTIDADE E GRITA:
MINHA GENTE ESSE NÃO É SAM MORENO!
É O POETA TUSTA! E EU TENHO A PROVA AQUI!

MAS ONDE ESTÁ SAM MORENO ?

INCRÍVEL: O BICHO PEGOU!
ALGUÉM NA MULTIDÃO ESBRAVEJOU EM CULMINANTE EXCLAMAÇÃO:
- OLHA LÁ O SAM MORENO VESTIDO DE BAIANA!

QUE FRIA! QUEM DISSE FOI UM FILHO DA MÃE DE UM REPORTER
QUE SAM MORENO RECONHECEU
E PENSARA QUE FOSSE UM SIMPLES CIDADÃO
AO EMBARCAREM JUNTOS NO AVIÃO
QUE OS LEVARIAM PARA SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO.
É, ERA AQUELE REPORTER QUE ESTAVA LHE SEGUINDO...


A PERGUNTAS E OS GRILOS ESVOAÇAVAM NA MENTE DE SAM MORENO:
- QUEM DEU O SERVIÇO PARA O REPÓRTER? QUE JORNAL? QUE REVISTA?
QUE ESTAÇÃO DE TV? NÃO SE PODE TER SOSSEGO?
QUEM CONTRATOU ESSE REPORTER?
QUEM MANDOU AQUELA PESSOA ENFIAR
A MÃO NO BOLSO DO POETA TUSTA
E SURRUPEAR SEUS DOCUMENTOS, REVELANDO SUA IDENTIDADE?
EU VOU PROCESSAR!


OU FOI MAIS UMA BRINCADEIRA ENTRE ELES,
SENDO QUE NENHUM DOS DOIS SABIA QUEM ERA UM
UM, QUEM ERA O OUTRO?


XI!!! MAS QUE HISTÓRIA COMPLICADA !


TROCA DE IDENTIDADE É CRIME.
E NÃO DEU OUTRA:
A POLICIA PARECEU,
FORAM SAM MORENO E TUSTA PARA A DELEGACIA
ESCLARECER O CASO.
TANTO UM COMO O OUTRO FORAM BEM RECEBIDOS
POR UMA BELA DELEGADA DE INVEJÁVEIS ANCAS
E QUE AMAVA OS POETAS.

A MULTIDÃO FRENÉTICA, BATIA PALMA,
GRITANDO, EXCLAMANDO OS POEMAS DOS POETAS:
METAMORFOSE. . . JOGO. . . JOÃO NINGUÉM
DA PRAIA, JALECO BRANCO... O SALÃO AZUL... PAPAI DO CÉU...
COITADA DA MORTE. . . DOUTOR RENÊ . . .

VIDA DIFÍCIL ESSA DE ARTISTA ! ! !
SAM MORENO PLAGIANDO TUSTA
E TUSTA PLAGIANDO SAM MORENO.

NA VERDADE, FOI APENAS UMA BRINCADEIRA,
SIMPLES DE TROCA DE IDENTIDADE ENTRE ELES.
HOJE EM DIA NEM BRINCAR MAIS SE PODE!
VEJA SÓ QUE BODE.

COMO PENA, ESSA FOI A SENTENÇA DA DELEGADA:
“TUSTA E SAM MORENO COMPROMETERIAM-SE
A DECLAMAR SEUS POEMAS
NO MARACANÃ E NO SAMBÓDROMO.
A RENDA SERIA REVERTIDA EM OBRAS ASSISTENCIAIS,
BENEFICIANDO AS CRIANÇAS CARENTES”.

COMO HAVIA MUITA GENTE NA DELEGACIA,
A DELEGADA MUCHO HERMOSA FECHOU A PORTA,
FICOU A SÓS COM SAM MORENO E TUSTA
E DISSE:
- SAM MORENO E TUSTA, A SENTENÇA
VOCÊS CUMPREM SE QUISEREM,
MAS UMA COISA EU ROGO, EU IMPLORO:
- EU QUERO TRANSAR COM VOCÊS.
EU QUERO! EU QUERO! EU QUERO! EU QUERO!

... É... O PLÁGIO EM COPACABANA,
ACABOU VIRANDO TREPADA EM DELEGADA BACANA.
SALIENTE, A DOUTORA! TEM TEXTURA...

MEUS AGRADECIMENTOS
AO OLÍMPICO TUSTA
POR ESSA OPORTUNIDADE
EXTRAORDINÁRIA !
SAM MORENO e Poeta Tusta
Enviado por SAM MORENO em 27/11/2007
Reeditado em 30/07/2014
Código do texto: T755715
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SAM MORENO
São Paulo - São Paulo - Brasil
599 textos (60831 leituras)
3 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 18:50)
SAM MORENO