Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Revelação ...

 
Pegue minha mão
Siga com calma
Sugue os espaços da minh’alma.
Sinta os passos do coração...

Pronto... já a peguei
Estou tranqüilo e sereno...
Porque estou contigo!
Tenho-a em devoção.

Tire os trapos encobertos
Invista pelos meios descobertos
Coma os meus sentidos
Num apetitoso prazer.

Já os despi sem pudor...
Para ser teu cobertor!
Com meu desejo incontido.
Faminto do teu amor.

Roce tua pele na minha
Como fosse erva daninha
A lhe envolver...

Sim...vou enlaçá-la....
Até... me esparramar
Pelo teu corpo inteiro
Num repouso guerreiro.

Sinta o arrepio causado
Neste ato ousado
A percorrer pela espinha.

No meu toque apaixonado
Desato...ainda descontrolado
Passeio sobre teu cheiro... perfumado.

Voe suavemente
Acaricie minha fome intensamente
Num só querer.

Plaino... vôo... leve, sorrateiro!
Vou ao seu encontro... faceiro...
Solto incontidas ternuras...

Dê-me o que de melhor tem
Num delicioso vai e vem
Sem pressa, como se no mundo
Não houvesse mais ninguém.

Do meu íntimo...dou-te tudo!
Me entrego...compartilho.
Nada guardo...nem escondo.
Para viver o amor intenso.

Segure o prazer
Engula meu corpo
Como um luar solto
Que não pode conter...

Seguro...Represo as ondas
Mergulho meus beijos
Versando... olhando a lua
 
Deixe em troca
Os gemidos evaporados
Nos espasmos espalhados
Que eu siga a trilha também.

Retribuo a tua partilha
Farei dela minha cartilha
Em suspiros redobrados
Nestes versos captados

Oriente meu norte sem direção
Sacie com forte emoção
Até quando não mais houver
Uma única vontade sequer...

Somos uma só bússola.
O cursor está no coração.
A nos induzir com paixão
Sem doses de reflexão.

Colha num jardim em flores
As sensações brotadas
Entre os lânguidos sentidos
Deitados sobre a embriagues.

Saboreio esses momentos...
Do campo do bem querer
Suculentos, doces, saborosos...
Sedentos do melhor prazer.

Antes que lua parta
Embrulhamos nossa gula farta
Num papel desta noite em fotografia
Para que talvez a lembrança deste dia
Se revele muito mais que uma vez...

E a lua se despedindo
O sol  ali aparecendo
Vidas se iluminando
Belos sentimentos ressurgindo
Momentos...Encantos...Revelados...

Enise e Hildebrando Menezes
Veja a poesia editada em vídeo

Revelação
http://www.youtube.com/watch?v=rRo1h2eFUfU
Navegando Amor
Enviado por Navegando Amor em 07/12/2007
Código do texto: T768439
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Navegando Amor
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2059 textos (84020 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 22:09)
Navegando Amor