Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ensaio Sobre " Honoráveis Bandidos " de Palmério Dória

Existem pessoas, que subestimam a inteligência das outras, tentando parecerem inteligentes.
A pergunta que segue é: Quem é o Sr. Palmério dória? Sim, torna-se  pertinaz  fazer tal pergunta, pois,  criticar  de forma destrutiva a imagem de um escritor, diga-se de passagem, Imortal,é no mínimo leviano pois, o ápice da vida de qualquer escritor é a Academia de Letras,e é preciso que se tenha  reconhecimento dentro de tal função para assim falar com propriedade . Uma pessoa que bate palmas, para não mais conhecidos Jornalistas, que dizem coisas do tipo " Sarney é político sem luz, orador bisonho, poeta menor e escritor medíocre." é claramente um homem em busca de alguma notoriedade e que, usa frases de outros na capa do livro, faço essa citação, pois esclareceremos com a próxima pergunta:  Qual contribuição literária e
Ou, jornalística  o Sr. Palmério deu ao Brasil?  Que"  livro " esse Sr.  Escreveu que acrescente algo à nossas vidas?  Perceberam a palavra livro entre aspas? Pois é,  disse que o autor  em questão, ocupou
toda  capa do " livro " com frases de outras pessoas, e assim decorre todo o " livro ". O Sr. Palmério coleciona informações   já ditas por todos os canais de televisão, revistas e jornais. se apropria e diz  ter escrito um livro.  Como  seu livro é cheio de expressões esdrúxulas me
permita uma maranhense: " me compre um bode " escrever  um livro é muito mais  que juntar palavras. Mais talvez o seu real objetivo tenha sido alcançado, o de ser reconhecido.  A melhor maneira de aparecer  é está vinculado a alguém conhecido e famoso, e você usou desse expediente para ter seus quinze minutos de fama, pois falar de alguém como José Sarney realmente atrai atenção. Você que provavelmente faz parte ou escreve para algum opositor político de Sarney  deveria ter se detido nesse campo,( o político ) pois assim como acusaram Monteiro Lobato de racista e até tentam tirar suas obras  das escolas.Será que se instala agora uma caça aos escritores? ( cuidado caro colega para não ficar conhecido por " santa inquisição ").

Agindo assim  desvaloriza seus " patrões " pois, fala como se todas as coisas ruins desse país fossem culpa e responsabilidade de Sarney, e onde estão esses ratos da integridade, que nada fizeram e fazem? Ninguém tem força nesse país para deter Sarney?  È, ele é realmente uma pessoa invejável, decida caro Palmério,  assim, super valoriza  e demonstra o quanto é forte o homem que quer atacar e escarnecer.

Rebatendo a frase citada acima . Ser bom orador, poeta consagrado, escritor articulado, realmente desperta inveja e talvez pra você um desagravo maior é o fato de Sarney ser imortal e nordestino, categoria que provavelmente nunca chegará.

O Millôr Fernandes  sempre foi para mim, um ótimo escritor e  de  critica  refinada, mas ao mesmo tempo que fala de erros no livro " Brejal do Guarás " fala de Autismo sem conhecimento de causa, pois, deprecia  os Autistas julgando-os  incapazes, mais o caro Millôr deveria saber  que, o Autista pode ter deficiência em algumas coisas e super habilidades para outras, mas esse não é o foco do artigo, é só pra dizer que erros são cometidos, até mesmo pelos melhores como o senhor  Millôr.
O nobre Deputado  Aderson Lago, questiona o fato de Sarney ser rico, o Deputado acha que pobre deve morrer pobre (e o homem do Baú nasceu milionário ). Administração é algo parar os que trabalham, a família Lago poderia ser muito mais rica do que é, se ao invés de perseguir trabalhasse ( essa defesa continua não tendo cunho político, se assim a faço é pra deixar claro que o escritor é tendencioso, pois a razão é política, mas sendo como se diz, também escritor, o Palmério  sabe o que é ser escritor de alma, ou não. )

Nota-se que, tomei muito tempo comentando as frases da capa, o que reforça a idéia  que seu Palmério é um mero copiador de idéias e frases, e está muito aquém de se julgar escritor de renome. Não lhe conheço, comecei ler " seu livro " notem que,  agora entre aspas está " seu livro " e parei, pois, parece mais coleção de matérias de jornais tendenciosos.
 
Os problemas de educação, saúde e segurança de São  Paulo é de responsabilidade de Sarney? E  os do Rio de Janeiro?  E de todo o país? É palmério  talvez  o motivo desse ataque talvez,  seja também o fato de Sarney ser  nordestino,  pois você me parece daqueles tipos que se acham superiores, raça pura,  mas, é na verdade mais um daqueles que,  critica, mas, não tem a solução , o que me lembra uma frase antiga que diz: " enquanto os cães ladram a caravana passa" e  tem também a do Quintana por sinal ótimo escritor que diz: " Todos esse que ai estão atravancando meu caminho, eles passarão... eu passarinho! " Gostou das citações?

Gostaria  de perguntar ao Sr. Palmério  quantos  Desembargadores e presidentes de tribunais de justiça pobres ele conhece nesse  país, sim, pois,  aceita comentário em seu livro que diz que Sarney não tinha nada, questionando sua fortuna, e depois ilustra que, o pai foi presidente do tribunal de justiça ( me parece uma contradição ) ele prossegue condenando o Sarney, por ter sido iniciado e ajudado por seu pai, isso é mesmo muito estranho ter o apoio dos pais, ele ( o Palmério ) deve ter sido abandonado pelo seu.
Quando zomba do nome de Sarney, fazendo um infame trocadilho com Sir Ney, nosso incauto escritor parece desconhecer o significado da palavra inglesa " Sir " ( senhor ).

O escritor em referência, tem como maior fonte, os inimigos políticos de Sarney , o que demonstra a posição política do  livro  que, mais parece  " A Odisséia de Aderson e Jackson Lago " de tanto que são citados e consultados. ( notório de que fez um ditado )

Ter um pai que vende uma maquina para ajudar a manter um filho para muitos é estimulo de crescimento, para seu Palmério: vergonha.         ( como será que vivem os filhos dele? ) Ou ele é daqueles que os fazem e depois abandona?

Este ensaio deveria ter terminado há uns três parágrafos, mas, depois que parei, fiquei curioso de quantas coisas mais, teria  o caro escritor para, pregar no seu álbum, e pasmem descobri que o problema dele ultrapassa Sarney, era agora com os maranhenses pois, em seu livreto chama São Luis de " Apenas Brasileira "( parodiando um título nosso e adquirido pela extensa e bela literatura de nossos poetas, o de Atenas Brasileira ) ofendendo não só nossos reconhecidos escritores, como também todo o nosso povo. ( baixa a bola que esse titulo é nosso, aliás muitos dos bons títulos estão no nordeste ).

É  Palmério, na  página vinte e cinco do " seu livro" ou de Aderson, sei lá, ( você me parece mais um digitador, escrivão ou mesmo um papagaio ) desisti de tentar  te entender como escritor,  te vejo mesmo como um Rapsodo ( Artistas populares da antiga Grécia, que recitavam poemas de outros Autores em troca de dinheiro ).

Posso mesmo imaginar que ganhastes dinheiro, mas, como disse em capítulo anterior, definitivamente você não é escritor de alma, pois a nós, independentemente do estilo, cabe escrever com ética, lisura e responsabilidade.


jocimar linhares
Enviado por jocimar linhares em 26/11/2010
Reeditado em 10/12/2010
Código do texto: T2638116
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor eo link para o site ' www.recantodasletras.com.br/autores/linhares). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jocimar linhares
São Luís - Maranhão - Brasil
150 textos (13996 leituras)
1 áudios (228 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 21:51)
jocimar linhares