Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA NO AR

Num pedaço do céu, poesia no ar...

Uma estrela brilhou para a lua encantar.

Neste breve momento, ciúme e tensão,

Uma briga danada, a maior confusão.

Outra estrela achou que era a sua vez,

Da sua imensa paixão a todos mostrar...

Ficou indignada, com a estrela abusada

Que não respeitou os seus direitos,

Não teve integridade, nessa briga de irmãs.

Direitos previstos nas leis das estrelas

Que estão em vigor, em toda constelação.

E, chegando a turma (boa) da fraternidade,

A suposta infratora, logo foi perdoada,

Houve festa no céu, até as altas horas...

Ventou poesias, houve a paz e a união

E as estrelas cantaram uma nova canção.
                         
Brilho intenso no céu, voz de anjos a rezar.

O destino da estrela é para sempre brilhar.





Jorge Gil
Enviado por Jorge Gil em 18/03/2007
Reeditado em 19/03/2007
Código do texto: T416841


Comentários

Sobre o autor
Jorge Gil
Goiânia - Goiás - Brasil, 83 anos
867 textos (48766 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 10:45)
Jorge Gil