Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema das "aspas"

Ai, amor, assim não vai dar
"      "        "      "    "
"      "        "      "
"      "        "
"      "
"

...

Desconheço a autoria desse "poema". Dele tomei conhecimento há cerca de dez anos. Estávamos, eu, minha família e alguns amigos passando o domingo num sítio inesquecível cá por estas bandas (Rondônia), quando vi alguém vestindo uma camiseta branca com esse "poema" grafado no peito, em letras azuis. Achei simplesmente genial e o fotografei na memória.

Por que o achei genial? Porque, pra início de conversa, é econômico em palavras e, apesar dessa aparente fragilidade de conteúdo, fala muito do vasto universo da natureza humana. Senão vejamos:

Inicia com uma frase indubitavelmente negativa, transparecendo boa dose de desconforto – de alguma dor, até. Daí por diante, despudoradamente, encobre as palavras, substituindo-as pelas "aspas", o que vem a calhar, pois nos prende a atenção e acaba por contribuir para vôos nada rasantes da imaginação, voltando-a para a cena que poderia estar se desenrolando por trás (até literalmente, sabe-se lá...) daquelas "aspas".

Linha após linha (e olha que são poucas), o sentido da frase inicial vai gradativamente mudando, deixando evidente que a persistência, a determinação naquilo que se busca vai, pouco a pouco, vencendo a resistência; transformando - naturalmente - repulsa em aceitação, rumo ao desfecho vitorioso pretendido.

Até que, por fim, o mesmo "ai" de dor, do início, se explode num "ai" de pleno prazer! O que nos mostra que o sucesso naquilo que se pretende depende muito de jeito, de alguma paciência e, principalmente, de muita persistência e determinação.

É genial, também, porque mexe com o nosso imaginário, numa das áreas importantes (para muitos "a área") das relações humanas: a sensualidade, o erotismo, o prazer. Além disso, e talvez por isso mesmo, diverte, nos faz rir, nos deixa leves.

Acima de tudo, é genial porque extrapola os limites "da área" e ganha aplicação, sentido prático em outras galáxias e sistemas solares do universo da vasta e por vezes complexa natureza humana.

Moral da história: seja batalhador, persistente, incansável, determinado naquilo que busca, que o sucesso virá, como mera conseqüência do seu esforço!...
TSRossi
Enviado por TSRossi em 16/09/2005
Reeditado em 06/03/2008
Código do texto: T50983
Classificação de conteúdo: seguro


Sobre o autor
TSRossi
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 62 anos
1861 textos (158340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/20 08:12)
TSRossi