Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Respostas dadas pelo poeta Eligio Moura:Entrevista feita pelo poeta Paulo Miranda

Atendendo sugestão do nobilíssimo escritor Paulo Miranda,reproduzo na minha página as respostas da entrevista feita por ele à minha pessoa,em 04/05/2018.

Perguntas para o Confrade Elígio Moura

1- Único Elígio no Recanto, já encontrou algum homônimo vida afora? O mais próximo que localizei foi Aprígio...

Conheço mais três: meu falecido pai, o meu filho mais velho e um sobrinho meu.

Em 1 de dezembro de 2018, celebra-se o dia do Santo Elígio, um grande organizador, apóstolo cheio de zelo, sabedoria e bondade.

Conta a lenda que um dia estava o Senhor Deus todo pensativo no Céu. Tanto que Jesus lhe perguntou: — Que é que tendes, meu Pai? Respondeu o Senhor: — Olha lá no fundo. — Onde? — Lá em baixo: Vês naquela vila, numa das últimas casas, aquela grande e bela oficina de ferrador? — Vejo. — Pois bem. Lá está uma criatura que eu quisera salvar. Chama-se Elígio. É sem dúvida um homem bom, obediente às minhas leis, caridoso com os pobres, pronto para servir a todos. Da manhã até à meia-noite ele está sempre aplicado ao trabalho, sem que jamais escape de sua boca uma blasfêmia ou uma palavra suja. Parece-me mesmo digno de tornar-se um grande santo. Jesus perguntou: — E que é que lho impede? — O seu orgulho. É um artífice de primeiríssima ordem, mas está convencido de que não há no mundo quem seja capaz de superá-lo. E tu sabes que presunção significa perdição.
— Meu Pai, se consentis que eu desça à terra, tentarei a conversão dele. — Pois vai, meu filho. E Jesus desceu à terra. Vestiu um macacão de aprendiz de ferreiro, pôs nos ombros uma trouxa de ferramentas, e sem mais o divino operário pôs-se a caminho da oficina do Mestre Elígio. À entrada lia-se: "Ferrador Elígio, mestre dos mestres. Quase sem fogo bate qualquer ferradura".
E Jesus operou no ferreiro Eligio o milagre da humildade.Agora a alma soberba de Mestre Elígio se achava confundida. Entrou na oficina, para ajoelhar-se aos pés do jovem, mas este desaparecera. O pranto inundou o coração do Mestre Elígio. Reconhecera que acima dele, pobre mortal, havia outro Mestre que era inimitável. Tirou o avental de couro, abandonou a oficina e pôs-se a percorrer o mundo, anunciando a palavra de Nosso Senhor Jesus Cristo.

2-Viver no Rio é só sofreviver?

Já encarei um tiroteio na avenida Brasil e um arrastão na Linha Vermelha, em sequência.

3- Um alambique em Meca faria a diferença?

Não somos devotos da cachaça mas, aqui no Rio de Janeiro, Paraty é a Meca da cachaça. Há alambiques tradicionais e se formos nos concentrar no termo “lugar bonito”, há alambiques excelentes.
Sabemos que na Arábia Saudita, o álcool é proibido, devido a uma interpretação do Alcorão. Além do mais na Árabia Saudita fica Meca, o local sagrado da religião Islã ...
Mas podemos imaginar uma cena: uma escola de samba  na Caaba fazendo uma apresentação e muita festa brasileira. Seria o mesmo desastre.

4 - Sérgio Cabral não tem elementos para se queixar da vida que levou...Será que volta à (obs)cena política?
Levou vida boa... Roubou tudo do Rio de Janeiro, menos a nossa esperança;Vai agora apodrecer na cadeia. Mas, se voltasse: roubaria a cena.

5- Samba, choro, ou funk?
No rio de Janeiro...ao sair de casa fique atento...Podes sambar na bala perdida ou no "perdeu mermão" e em seguida você entra no choro...kkk

6- Por quê os cantores sertanejos não conquistam o Rio, como fazem praticamente em todo o resto do país?

O Rio de Janeiro é um lugar multicultural, marcado pela bossa, pelo samba, pelo rock. Mas já esta se rendendo à música sertaneja.

7- Oraria com Dom Orani, ou teria mais audiência para Malafaia?

 Acho que Dom Origami, quero dizer Orani, seria maior a audiência.

8- Lula, Nobel da Paz? Olaria, Campeão Fluminense?
Segundo o PALOCCI LULA é o maior ladrão do mundo. Nobel da Cara de Pau, ou da Esperteza.

Olaria Campeão Fluminense? Não 'olharia' isso com bons olhos.

9- Como descreveria o cotidiano recantista?
Há um clima muito afável...Tanto que fui convidado para esta entrevista muito simpática.

10- Em que ordem gostaria de entrevistar os cinco Fernandos seguintes:
Beira-Mar, Henrique Cardoso, o da Ginástica, Collor de Mello, o da música do ABBA?

Ordem de prisão para alguns...Ordem da tornozeleira para outros...

Paulo Miranda

Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 28/11/2018
Reeditado em 29/11/2018
Código do texto: T6513986
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1187 textos (27098 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/19 01:24)
Eligio Moura