Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADOLESCENTES E O MOSAICO DE ANTONI GAUDÍ - Parte I




Visando dar continuidade ao trabalho com adolescentes, foi estabelecida uma parceria entre a Secretaria Estadual da Saúde do Estado da Paraíba e uma ONG, da mesma área de atuação, principalmente adolescentes de rua... Jovens carentes, alguns Pixadores...

A ONG envolvida já desenvolvia atividades com adolescentes carentes na construção de peças de mosaico.
Este trabalho conjunto surgiu justamente pela oportunidade de ampliar o leque de abrangência do trabalho desta ONG.

A iniciativa desta prestação de serviço educativo-comunitário partiu da Secretaria de Saúde da Paraíba, através da sua "Coordenação de Promoção a Saúde da Mulher, Criança e Adolescente".

O espaço para tal atividade seria uma pracinha, próxima dali, num local semi-abandonado, sem vida, sem nenhuma atração...
A idéia era transformar a praça no local de trabalho dos adolescentes.

Através da relação ensino-aprendizagem, que aquelas entidades em parceria, em conjunto com os adolescentes, todos iriam produzir arte em mosaico. Para este Projeto foi criado o slogan: Viver é desenhar sem borracha.”

O trabalho ao ar livre iria transformar a estética fria e desprezada daquela pracinha em um ambiente alegre e moderno, uma verdadeira exposição de arte em mosaicos...

O resultado esperado seria explorar a bela paisagem da praça, colocando-a em harmonia com as gravuras coloridas (um grande painel) em mosaico que recobriria a parede que formava um semicírculo na pracinha, dando-lhe nova vida.

Este espaço onde seria desenvolvido o trabalho fica próximo as salas da referida Coordenação que cuida de assuntos relativos à saúde da Mulher, das Crianças e dos Adolescentes.

Cada uma das parcerias envolvidas ficou com uma Atividade: A ONG ensinaria os adolescentes a trabalhar com mosaicos; A Secretaria de Saúde com sua equipe de profissionais especializados (Psicólogas, Enfermeiras e uma Assistente Social) estaria envolvida neste trabalho com os adolescentes, dando-lhes apoio logístico, educacional e psicológico.

Os jovens carentes que aceitaram convite para serem multiplicadores na arte do mosaico na capital. Aqueles adolescentes seriam os autores das obras e das mudanças naquele espaço social.

Esta responsabilidade e co-participação numa tarefa de tamanha importância iriam atuar em suas mentes, mudando suas concepções, ações, visões de mundo, enfim poderia posicioná-los de forma diferente perante suas experiências anteriores, integrando-os ao convívio social e os motivando a caminharem com suas próprias pernas, serem mais autoconfiantes... Formarem uma consciência de cidadania responsável, nas ações e convívio comunitário.

Continua em “Adolescentes e o Mosaico de Antoni Gaudí,” Parte II.

Texto Inédito!

PROJETO: O ADOLESCENTE QUER SABER (Área da Psicologia do Adolescente).
Marize Morais-Psicóloga Clínica. João Pessoa (PB), 09.08.2007.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998


Marize
Enviado por Marize em 17/09/2007
Reeditado em 27/11/2008
Código do texto: T656481

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marize
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
11 textos (12762 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 01:06)
Marize