Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HUMANOS X CÃES – UMA BREVE COMPARAÇÃO

HUMANOS X CÃES – UMA BREVE COMPARAÇÃO

Andei pensando sobre os cães em nossas vidas. Somos cercados por vários animais, no entanto, o mais doméstico e presente em nossas vidas são os cães. Como humano, não quero afastar a importância dos outros animais, cuja amizade, cumplicidade e carinho no enchem todos os dias. É bem verdade que muitos humanos não gostam de animais, mas este texto não terá o propósito de tratar de patologias.
Pois bem, resolvi fazer uma comparação envolvendo alguns temas apenas:
1 – Racionalidade:
Humanos: são racionais.
Cães: são irracionais.
2 – Fidelidade:
Humanos: mais ou menos fiéis.
Cães: fiéis.
3 – Apego aos bens que possui:
Humanos: em regra, nunca entrega o seu melhor bem, e quando o faz, sente receio, não confia, mesmo a um filho, pois quando não lutou para tê-lo, recebeu de alguém facilmente ou não, e com isso, conseguiu a inimizade alheia
Cães: entrega seu melhor bem geralmente para ser jogando, para que eles mesmos o peguem e tornem a entregá-lo para ser jogado e com isso gerar maior vínculo de amizade.
4 – Linguagem:
Humanos: sabem falar, latir e outros sinais de comunicação.
Cães: sabem latir.
5 – Classificação científica:
Humanos: classificados como espécie, gênero e outras inovações por falta de insatisfação ou identificação.
Cães: classificados como espécie, gênero e raça.
6 – Tempo de vida:
Humanos: vivem em média 75 anos, mas há notícia que informa ter alguns que chegaram aos 140 anos.
Cães: vivem em média 12 anos.
7 – Defesa de seus filhos/filhotes:
Humanos: em regra, defendem e educam os seus filhos, mas há também casos de delegação destas atribuições.
Cães: defendem suas crias e o educam.
8 – Comando/adestramento:
Humanos: geralmente comandam e adestram os cães.
Cães: geralmente são comandados e adestrados por humanos.
9 – Comportamento durante o encontro entre ambos:
Humanos: em regra, quando encontram seu cão esboça algum tipo de sentimento positivo ou não.
Cães: todas as vezes que encontra o seu dono, transmite alegria.
10 -Respiração:
Humanos: respiram pela boca e nariz.
Cães: respiram pela boca.
11 – Aprendizado mútuo:
Humanos: não reflete muito do que seu cão transmite.
Cães: reflete muito do seu dono, optando sempre pelo caminho da passividade.
12 – Defesa mútua:
Humanos: age com a razão e vez por outra, pensa na defesa de seu cão.
Cães: age por instinto para defender o seu dono.
13 – Na saúde e na doença:
Humanos: se seu cão está são tem um comportamento. Se está doente, por vezes, até o abandona.
Cães: se seu dono está doente ou com saúde, seu comportamento sempre será o mesmo. Aliás, quando sentem a enfermidade no seu dono, costumam ficar mais próximos.
14 – Visão:
Humanos: enxergam mais cores que os cães, mas possuem uma amplitude menor de visão.
Cães: enxergam menos cores do que os humanos, porém possuem uma amplitude melhor de visão.
15 – Alimentação:
Humanos: alimentam-se de tudo e conseguem dividir sua comida, desde que seu instinto de sobrevivência não esteja afetado.
Cães: alimentam-se de quase tudo e não gostam que mexam com a sua comida. Alguns até escondem, enterram, para não dividirem.
16 – Território:
Humanos: marcam território de várias formas, até por meio de leis.
Cães: geralmente marcam território urinando.
17 – Condição social:
Humanos: sendo rico ou pobre terá cães diferentes e o tratará também de forma diferente.
Cães: se seu dono é rico ou pobre agirá igualmente com ele.
18 – Nomes:
Humanos: possuem nomes e sobrenomes e em muitos casos são engraçados.
Cães: possuem nomes e sobrenomes, em algumas situações, e em muitos casos são engraçados.
19 – Profissões:
Humanos: advogados, médicos, policiais, esportistas, modelos, engenheiros, salva-vidas, etc.
Cães: ajudantes de caça, guias, farejadores, esportistas, modelos, auxiliares em trenó, salva-vidas no gelo, seguranças, etc.
20 – Foco:
Humanos: quando foca em um objetivo, em muitos casos se distrai ou desiste em persegui-lo.
Cães: quando foca em um objetivo, nunca se distrai.
Pois bem, elaborei estas comparações para demonstrar a importância dos cães para os humanos e também para trazer uns questionamentos: Realmente somos racionais? Sabemos usar bem a nossa inteligência? Usamos bem o dom da fala e da paciência? Se desejamos tanto saber se existe vida em outros planetas, qual o motivo de não olharmos para as vidas do nosso planeta?
Assim, resta-me render as homenagens de estilo aos dois seres, mas em especial, àquela espécie que possui mais “Pés” no chão.

Alessandro Buarque Couto
17/10/2020
ABCOUTO
Enviado por ABCOUTO em 17/10/2020
Reeditado em 18/10/2020
Código do texto: T7089897
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
ABCOUTO
Aracaju - Sergipe - Brasil, 46 anos
26 textos (7762 leituras)
2 e-livros (12 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/20 14:29)
ABCOUTO