Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sabe filho...

- Sabe filho, agora tu já tens seis anos e precisa saber de algumas coisas da vida... O teu pai tem muito orgulho de poder dizer que é plenamente livre. Não obedeço a nenhuma força de massificação de pensamento humano subjugada à interesses de uma minoria dominante. Nunca colaborei com a eleição de quem quer que seja para algum cargo político, pois nunca reconheci nenhuma força de poder estatal incidindo em minha pessoa. Nem paguei tributos ao Estado por não confiar nos homens que o regem. Sempre desconfiei de tudo que eu li porque os livros estão impregnados de interesse hermenêutico daqueles que os escrevem. Nunca confiei em nenhuma forma de instituição devido à falibilidade da moral humana.

- Quêee??

- Que bom que estás me entendendo meu garoto! Sabe filho, nunca deixe que ninguém o humilhe. Que ninguém diga que você é inferior a alguém. Nunca deixe ninguém se sobrepujar a você.

- Como pai?

- Sabe filho, o pai uma vez trabalhou em uma firma que tinha um chefe extremamente mal educado. Uma vez ele gritou comigo sem razão e eu prometi que isso nunca mais iria acontecer.

- O que você fez papai?

- Quebrei o maxilar dele com um pesinho de papel que ele tinha sobre a mesa e ele nunca mais gritou com ninguém.

- Ééééééee??

- Meu garoto nunca deixe que ninguém diga o que você deve pensar, vestir, usar, falar... Seja você o construtor de sua própria autonomia.

- Ta bom papai!

-Lembre que ninguém pode tirar a tua livre vontade de ser, pensar e agir. A maior riqueza que podemos ter é a nossa liberdade total!!

-Aham! Pai o senhor é livre?

-Totalmente.

-Então o senhor também é rico?

-Perfeitamente.

-Pai se o senhor é rico por que não temos carro, a mamãe nos deixou e moramos embaixo dessa ponte?
Hermison Frazzon da Cunha
Enviado por Hermison Frazzon da Cunha em 13/05/2008
Código do texto: T988510
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Hermison Frazzon da Cunha www.recantodasletras.com.br/autores/mano). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hermison Frazzon da Cunha
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 39 anos
103 textos (30220 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 23:30)
Hermison Frazzon da Cunha