Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpa, acho que erraste!

Perdoa-me por me chatear contigo...
Parece que exagerei, não tenho dúvida,
Pulei dos meus limites, na sua vida,
Pondo de lado sua idade e independência.
Piamente peço-te, por favor, indulgência!

Mas, a razão do meu comportamento
Mesmo não sendo seu pensamento,
Misteriosamente foi um sentimento
Modelo de um pai, "dono do apartamento".
Munir-te contra a maldade é meu intento!

Contudo, não finjo o descontentamento
Ciente da minha intromissão de controlar-te,
Certeza que um grande erro cometeste
Cara amiga, acredito que sim, infelizmente!
Cúmplice de maldades, espero que não sejas.

Agora, peço a Deus que te abençoe e te proteja
Essencialmente das acções do Diabo,
Insistentemente rezo para ti e sua tribo
O que mais quero, que sejam felizes sem tormentos.
Unidos no amor de Cristo, estamos juntos!

Quanto a mim, perdoa-me Senhor
Que eu esteja enganado dessa dor,
Quiçá seja mesmo um ciúme de amor
Quotidianamente sentido por quem é negado calor...
José Cambinda Dala ou Mwéene Ndaka
Enviado por José Cambinda Dala ou Mwéene Ndaka em 11/06/2020
Código do texto: T6974771
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
José Cambinda Dala ou Mwéene Ndaka
Moçâmedes - Namibe - Angola, 37 anos
1220 textos (45972 leituras)
2 áudios (70 audições)
5 e-livros (354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 08:39)
José Cambinda Dala ou Mwéene Ndaka