Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSO PALÍNDROMO - XX






“Suma causa, a sua, Camus”:
Uns gastam pra ser normais


“E, o poético, cite o Poe”
Disse o corvo: nunca mais!




“Ninguém percebe que algumas pessoas gastam uma energia tremenda simplesmente para serem normais”.
(Albert Camus, filósofo, escritor e dramaturgo argelino. 1.913 - 1.960)


“Vae-te, não fique no meu casto abrigo
Pluma que lembre essa mentira tua.
Tira-me ao peito essas fataes
Garras que abrindo vão a minha dor já crua.
E o corvo disse: Nunca mais.”
[Excerto do poema “O Corvo” em tradução de Machado de Assis.]

(Edgar Allan Poe, escritor,  editor e crítico estadunidense. 1.809 - 1.849.)






.
{palíndromos, trechos entre aspas, podem ser lidos também ao contrário.}
Stelo Queiroga
Enviado por Stelo Queiroga em 01/07/2020
Código do texto: T6992894
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Stelo Queiroga
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 60 anos
1145 textos (60564 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 13:46)
Stelo Queiroga