Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas palavras


O meu sonho foi você,
que insiste em andar na contramão,
que persiste quieta,
por mais que eu grite...
 
O meu sonho foi você,
que, acorrentada ao meu coração, persiste..
torturando-me e esvaziando ainda mais o meu silêncio

Embora alcançar-te tenha tentado
e você de mim, fugido
tudo foi desfeito em tuas mãos......
agora vejo o nosso arco-íris se dissipando,
num azul pálido, sem nuances...
parecendo o outono se despedindo,
entregando-se ao insólito e inóspito inverno

Minha esperança tornou-se apenas palavras...
escritas, lidas e admiradas
sentidas e não vividas...


palavras sem valor,
... apenas palavras




***
Fernando Muller
São Paulo/SP, 12/09/2007
Poeta Cigano
Enviado por Poeta Cigano em 12/09/2007
Código do texto: T649377
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Cigano
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
17 textos (2285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 05:02)
Poeta Cigano