Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Grau aumentativo dos substantivos!"


Substantivos são palavras que nomeiam seres, lugares, qualidades, sentimentos, noções, entre outros. Podem ser flexionados em gênero, número e grau. Relativamente à flexão em grau, há o grau normal (tamanho normal - menino), o grau aumentativo (tamanho aumentado - meninão) e o grau diminutivo (tamanho diminuído - menininho).

O grau aumentativo e o grau diminutivo podem ser formados através de dois processos: o sintético (através da junção de sufixos aumentativos e diminutivos) e o analítico (através da junção de adjetivos que indicam aumento ou diminuição).

Exemplos:

Grau normal: porta
Grau aumentativo sintético: portão
Grau aumentativo analítico: porta grande
Grau diminutivo sintético: portinha
Grau diminutivo analítico: porta pequena
Exemplos de sufixos aumentativos:
-ão: garotão, papelão, paredão,…
-ona: mulherona, mocetona, florona,…
-alhão: facalhão, vagalhão, dramalhão,…
-(z)arrão: gatarrão, homenzarrão, canzarrão,…
-eirão: vozeirão, asneirão, toleirão,…
-aça: bigodaça, mulheraça, barcaça,…
–aço: filmaço, corpaço, amigaço,…
-ázio: copázio, balázio, pratázio,…
-uça: dentuça, carduça,…
-anzil: corpanzil,…
-aréu: povaréu, fogaréu,…
-arra: bocarra, naviarra,…
-orra: cabeçorra, manzorra,…
-astro: medicastro, poetastro,…
-az: lobaz, canaz,…
-alhaz: facalhaz, pratalhaz,…
- arraz: pratarraz,…

Exemplos de adjetivos que indicam aumento:

grande
enorme
imenso
colossal
gigantesca
desmedido
grandíssimo
descomunal
vasto
Exemplos de substantivos no grau aumentativo
Amigo: amigão, amigaço, amigalhaço
Animal: animalão, animalaço
Bala: balaço, balázio
Barca: barcaça
Beiço; beiçola, beiçorra
Bicho: bichão, bicharrão
Boca: bocarra, bocaça, boqueirão
Cabeça: cabeçorra, cabeção
Cão: canzarrão, canaz
Cara: caraça, carantonha, carão
Casa: casarão
Chapéu: chapelão, chapeirão
Colher: colheraça
Copo: copázio, coparrão, copaço
Corpo: corpanzil, corpaço
Dente: dentola, dentuça, dentão, dentilhão
Faca: facalhão, facalhaz, facão
Festa: festança, festão
Galé: galera, galeão
Gato: gatarrão, gatão, gatalhão
Homem: homenzarrão, homão
Jornal: jornalaço
Ladrão: ladravaz, ladravão, ladronaço, ladroaço
Livro: livrão, livrório
Lobo: lobaz, lobão
Luz: luzerna
Macho: machão
Mala: malotão
Mão: mãozorra, manzorra, manápula, manopla
Menino: meninão
Moça: mocetona
Moço: mocetão, moçalhão
Mulher: mulheraça, mulherona, mulherão
Muro: muralha
Nariz: narigão, nariganga, narigolê, narilão
Navio: naviarra
Neve: nevada, nevasca
Papel: papelão
Pé: pezão
Pedinte: pedinchão, pidão, pedintão
Pedra: pedregulho
Penha: penhasco
Poeta: poetastro, poetaço
Porta: portão
Povo: povaréu, povão
Prato: pratarraz, pratarrão, pratalhaz, pratázio
Ramo: ramalhão
Rapaz: rapagão
Rato: ratazana
Rico: ricaço
Rocha: rochedo
Sábio: sabichão
Sala: salão
Sapato: sapatorra, sapatão, sapatranca, sapatorro
Sapo: saparrão
Tesoura: tesourão
Vaga: vagalhão
Voz: vozeirão, vozeiro
Fique sabendo mais!
O grau aumentativo é usado muitas vezes com sentido pejorativo ou depreciativo.
Exemplos:
Nossa, que narigão!
Êta povão ignorante.
Maria Augusta da Silva Caliari
Enviado por Maria Augusta da Silva Caliari em 12/02/2018
Código do texto: T6251700
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Augusta da Silva Caliari
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
11752 textos (195618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/18 14:00)
Maria Augusta da Silva Caliari

Site do Escritor