Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ADRIANE GALISTEU 
9k=
Idade - 42 anos (18/04/1973)
Naturalidade - São Paulo (SP), Brasil
Signo - Áries

Status
Casada com Alexandre Iódice
Adriane Galisteu ficou famosa em 1994 após o morte de seu namorado, o piloto Ayrton Senna. No ano seguinte, ela estreou como apresentadora de televisão CNT, mas ganhou destaque em 1999 comandando o programa “Superpop”, da Rede TV!. Após passar pelas emissoras Record e SBT, Galisteu atualmente está Bandeirantes. A apresentadora é casada com o empresário Alexandre Iódice, com quem possui um filho.
Nascida em São Paulo, Adriane Galisteu começou sua carreira de modelo aos nove anos de idade fazendo comerciais para a rede de lanchonetes McDonald's. Em 1987, ela passou a integrar a banda pop Meia Soquete, em que foi uma das vocalistas dos 14 aos 17 anos. Ela chegou a gravar dois álbuns com o grupo na década de 1980. Ainda adolescente, Adriane perdeu o pai, vítima de um infarto fulminante, e teve que começar a trabalhar aos 15 anos para ajudar a família.
Galisteu ainda era uma modelo iniciante quando se tornou conhecida após a morte do namorado, o piloto de Fórmula 1 e ídolo nacional Ayrton Senna, falecido em um trágico acidente em maio de 1994. Nesse mesmo ano, ela lançou o livro “O Caminho das Borboletas”, que fala sobre sua relação com Senna. No ano seguinte, em 1995, Adriane posou para a revista masculina Playboy e recebeu um convite para apresentar o programa semanal “Ponto G” na emissora CNT/Gazeta, fazendo sua estreia na nova profissão. Contudo, ela deixou a produção dois meses depois por falta de verbas. Em 1996,Galisteu sofreu outro choque com a morte do irmão, portador do vírus HIV. No ano seguinte, ela estreou na rádio apresentando o programa Torpedo, na Jovem Pan, ao lado de Luciano Huck, função que desempenhou por três anos.
Em 1998, ela teve uma breve passagem pela MTV, onde apresentou o “Quiz MTV”. Depois, em 1999,Galisteu se transferiu para a Rede TV!, ganhando destaque como apresentadora do “Superpop”, programa que comandou de novembro de 1999 a setembro de 2000, quando foi contratada pela Rede Record. Na emissora, ela apresentou o “É Show” por mais de três anos, de outubro de 2000 a abril de 2004. Nesse ano, Galisteu se transferiu para SBT, onde apresentou o programa “Charme”, de outubro de 2004 a março de 2008, e o “Fora do Ar”, de abril a setembro de 2005, programa que dividia com a apresentadora Hebe Camargo e com o jornalista Jorge Kajuru.
Durante sua passagem pelo SBT, Adriane Galisteu teve uma relação conturbada com o dono da emissora, Silvio Santos, que frequentemente trocava seu programa de horário ou até o tirava do ar sem explicações.
Em 2008, Galisteu deixou o SBT e se transferiu para a Rede Bandeirantes. Ela apresentou o “Toda Sexta” de abril de 2009 a abril de 2010, quando saiu em licença-maternidade, para dar à luz seu primeiro filho, Vittorio, com o empresário Alexandre Iódice. A previsão é que a apresentadora volte a trabalhar no início de 2011, mas ainda não há definição sobre o formato do programa que irá apresentar após seu retorno. Além da carreira de modelo e apresentadora, Galisteu também já deu alguns passos como atriz, fazendo sua estreia na novela “Xica da Silva”, da extinta Rede Manchete, em 1996. Seu primeiro trabalho no teatro foi em 1999 na peça “Deus lhe Pague”, além de ter atuado depois em “Dia das Mães” (2001). Galisteu também já trabalhou no cinema, com participações nos filmes “Coisa de Mulher”, em 2005, e “Se Eu Fosse Você 2”, em 2009.

VIDA PESSOAL
Quando tinha 20 anos, em 1993, Adriane Galisteu começou a namorar o piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, mas o relacionamento foi interrompido pela morte do piloto em um acidente cerca de um ano depois, em maio de 1994. Eles se conheceram durante o Grande Prêmio do Brasil, quando Galisteu ainda era uma modelo iniciante trabalhando pela agência Elite como recepcionista na área VIP da Shell, no Autódromo de Interlagos.
O casal chegou a morar junto, porém, a relação da modelo com Senna não era aprovada pela família do piloto. Seu irmão, Leonardo, chegou a mostrar a gravação de uma conversa telefônica entre Galisteu e um ex-namorado no dia anterior ao acidente para convencê-lo a terminar o relacionamento. No velório, a modelo não foi autorizada a permanecer na área destinada à família e aos amigos íntimos do piloto, tendo que aguardar na fila junto com os fãs para se despedir do namorado.
Em março de 1995, Adriane engatou um namoro com o empresário Julio Lopes, relação que durou cerca de três anos, até maio de 1998. Em junho daquele ano, ela iniciou um relacionamento com o empresário Roberto Justus. O casal trocou alianças em dezembro, após seis meses de relacionamento, mas a união acabou oito meses depois. Após o casamento relâmpago, em dezembro de 1999, Galisteu se envolveu com o diretor de TV Rogério Gallo, na época superintendente da RedeTV!, emissora em que ela trabalhava. O relacionamento foi cheio de idas e vindas e eles terminaram em agosto de 2001. Em seguida, Galisteu teve um breve romance por três meses, de agosto a novembro, com o empresário Alexandre Accioly, reatando novamente com Gallo pouco depois. Eles ficaram juntos por mais 11 meses, de fevereiro de 2002 a janeiro de 2003.
No mês seguinte, em fevereiro, a apresentadora começou a namorar o ator e cantor mexicano Jaime Camil, mas a relação durou poucos meses, até junho. Entre setembro e novembro de 2003, Adriane teve outro breve romance, dessa vez com o empresário Rubens Gimenes Neto. Logo em seguida, ela conheceu o ator Dado Dolabella, sendo apontada como a possível causa do fim do namoro de Dado com a cantora Wanessa Camargo. O curto namoro entre eles teve fim poucos meses depois, em janeiro de 2004, quando o ator foi flagrado discutindo com a ex, Wanessa. Um mês depois, Adriane já tinha um novo amor, dando início a um relacionamento de quase três anos com o jogador de futebol Roger Flores. Contudo, após muitas idas e vindas, o namoro acabou em definitivo no final de 2006 devido a supostas traições do jogador. Durante um dos rompimentos, em outubro de 2005, Galisteu foi vista aos beijos com Tuca Sultanum em Fernando de Noronha, mas depois reatou com Roger.
Após o término do namoro, ela se envolveu com Gabriel Betti em dezembro de 2006, que trabalhava no ramo de hotelaria, mas o romance durou somente cerca de três meses. Em maio de 2007, Galisteu começou a namorar o deputado Fábio Faria, com quem ficou por dez meses, até março de 2008. Nessa época, a apresentadora se viu envolvida em um escândalo sobre o uso das cotas de passagens aéreas na Câmara dos Deputados, quando Fábio foi acusado de ter usado verba pública para pagar passagens para a ex e a mãe dela em Miami.
Em junho de 2008, Adriane começou a namorar o empresário Alexandre Iódice, com quem se casou grávida em uma cerimônia civil em junho de 2010. Meses depois, em agosto, nasceu seu primeiro filho,Vittorio. Em novembro de 2010, Galisteu e Iódice se casaram em uma cerimônia que contou com uma bênção matrimonial realizada por um pároco no Spa Sete Voltas, em Itatiba, no interior de São Paulo. A festa também serviu para celebrar o batizado do filho, com três meses, afilhado da cantora Claudia Leitte.
Quando comandava o programa “É Show”, na Record, Galisteu travou uma verdadeira batalha comLuciana Gimenez, que a substitui no comando do “Superpop”, na Rede TV!. A briga, que inicialmente era apenas pela audiência, chegou depois a um nível pessoal quando uma começou a fazer declarações ofensivas sobre a outra. Elas fizeram as pazes somente em 2009, quando até deram um “selinho” durante o Teleton Brasil.

CARREIRA
Apesar de ter começado a carreira de modelo fazendo anúncios publicitários quando era criança, aos nove anos, Adriane Galisteu ainda era iniciante quando se tornou famosa por ser a namorada de Ayrton Senna, em 1994, ano em que lançou um livro tratado de sua relação com o piloto. No ano seguinte, sua vida profissional deu um salto quando estreou como apresentadora do programa “Ponto G” no canal CNT.
Nos anos seguintes, Galisteu comandou programas no rádio e na televisão, incluindo passagens pelas emissoras MTV, Rede TV!, Record e SBT, até que em 2008 ela se transferiu para a Rede Bandeirantes, onde apresentava o “Toda Sexta”. Além de modelo e apresentadora, Adriane também já se aventurou como atriz. Sua estreia aconteceu na novela “Xica da Silva”, em 1996, e desde então já trabalhou também no teatro e no cinema, tendo participado de dois filmes.
 
Televisão
 
Toda Sexta (apresentadora) (2009-2010)
Fora do Ar (apresentadora) (2005)
Charme (apresentadora) (2004-2008)
É Show (apresentadora) (2000-2004)
Superpop (apresentadora) (1999-2000)
Quiz MTV (apresentadora) (1998)
Sai de Baixo (1997)
Antônio Alves, Taxista (1996)
Xica da Silva (1996)
Ponto G (apresentadora) (1995)
Teatro
 
Um casal aberto, ma no troppo (2009)
Às Favas com os Escrúpulos (2007)
Nunca se Sábado (2006)
O Rim (2005)
Dia das Mães (2001)
Deus lhe Pague (1999)
Cinema
 
Se eu fosse você 2 (2009)
Coisas de mulher (2005)
Rádio
 
Torpedo (Jovem Pan) (1997-2000)
Literatura
 
O Caminho das Borboletas - Meus 405 dias ao lado de Ayrton Senna (Editora Caras, 1994)
images?q=tbn:ANd9GcTaCKiSfPzxhU8gqYb0s7qhTb8ZULMUhjgIggLlIg6IQp8J8fJ2KKL4cICn
 
billybrasil11@gmail.com
wikipédia
Enviado por billy brasil em 24/01/2014
Reeditado em 05/04/2015
Código do texto: T4662849
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
billy brasil
Canavieiras - Bahia - Brasil
3435 textos (359904 leituras)
36 áudios (786 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/19 11:40)
billy brasil