Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lumiar

Pelas veredas do horizonte
Ela inspira na estrada da vida
Glamorosa, formosa, poderosa
Irradia amor, paixão e magia
Por onde passa
a quem abraça
Deixa seu perfume
e sua canção.

O som dos violinos de todos os ciganos
é poesia declamada ao Sol e á Lua
Dela e pra ela almejo ser poeta
No Mar, no Céu, no Rio, no Sol e na Lua
Com respeito, gratidão e admiração
Peço-a e desde já agradeço
Que nas quatro estações eu seja-lhe
Companheiro e mensageiro nessas linhas singelas.

09-02-2014
Pasico
Enviado por Pasico em 09/02/2015
Código do texto: T5131887
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pasico
São Sebastião - Distrito Federal - Brasil
258 textos (6142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 07:30)
Pasico