Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sampa meu amor.

Te olho...
E vejo que não dormes
E sequer tens olheiras, minha doce sonâmbula
Vejo-te dançar,
Enxergo teu medo,
Sinto a tua repulsa,
Percebo teu amor,
E... entro em tua alma...
A noite lhe ilumina com seus tecidos abrilhantado
E a veste lhe torna rainha
A vagar por entre os "eus"
Somos uma...Enquanto há Lua no céu
Dançamos no calçadão da Paulista
Tomamos um vinho qualquer na Henrrique Schaumann
E bêbadas saimos pela Teodoro
Brincando com as esquinas, seguimos...
Com as pessoas, levando-as para bailar
Dando asas aos passáros multilados
Vozes aos cantos silenciosos
Vida aos seus mortos de medo
Fazendo milagres que só a noite é capáz
Até vir o sol e seu exército.
Então fecharemos os olhos
...e continuaremos à ver estrelas...
Enquanto do lado de fora de nossas retinas brilha o sol.
LUNA ROSA
Enviado por LUNA ROSA em 22/09/2007
Código do texto: T663095

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Luna Rosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LUNA ROSA
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil
14 textos (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 14:39)
LUNA ROSA