Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O GRAMOFONE DE BERLINER: JORGINHO DO IMPÉRIO

por Enzo Carlo Barrocco

Jorge Antônio Carlos, o Jorginho do Império, fluminense do Rio de Janeiro, cantor e compositor, no convés sa fragata desde 1944, comecou a carreita apadrinhado por Martinho da Vila. A canção "Na beira do mar", gravada em 1975, foi o seu grande sucesso. Em 1971, Jorginho foi eleito com o título de "cidadão samba do Estado da Guanabara". Com mais de trinta anos de carreira, lançou 24 discos, se apresentado na Argentina, na França e no Japão. Por dois anos foi o principal intérprete da Escola Império Serrano, na Marquês de Sapucaí. Radialista que é, atualmente o sambista comanda o programa Barracão do Samba na Rádio Livre, 1440, do Rio de Janeiro. Em 2011, lançou o site barracaodosamba.com onde é transmitido o seu programa para a grande rede. Atualmente Jorginho reside no bairro carioca de Madureira, na rua que tem o nome de seu pai, o grande Mano Décio da Viola, um dos fundadores da Império Serrano. No seu álbum "Coisa Boa", lançado em 1982,  destaques para as faixas "Decisão" (Bicalho / Sílvio Modesto), "Coisa Boa" (Garcia do Salgueiro / Jorginho do Império) e "Maçã do Amor" (Aloísio Machado / Beto Sem Braço).
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 01/12/2019
Código do texto: T6808213
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 59 anos
949 textos (147516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 00:29)
Enzo Carlo Barrocco