Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
10e9b71e438a9d3179402f9617019f5b.jpg

 
"À amiga Maripenna!"

Há uma poesia a poesia da amizade
da amizade a que tem entre pessoas
No tempo, bom tempo gerou saudade
Amizade que nasceu não é coisa à toa!

Há uma poesia que voa até Campinas
Vai no vento e que nunca se desvia
Cresce sempre esse amor pelas meninas
Sinceridade é amor que ao longo se cria!

Há poesia que grita teu nome Maripenna
Sem levantar o volume do coração nasceu
Da voz porque tua voz ecoa em cenas
Teu coração é muito maior do que o meu!

Há poesia que não deixa esquecer é a Viviane
É esta que nenhuma outra flor se assemelha
Tem o coração lindo sem impedir que a ame
Tem Alma especial que diante da Fé se ajoelha!

Há poesia que à família chegou para enriquecer
É a nossa menina Rebeca,encanto da família
Nasceu para alegrar e a grande diferença fazer
Considerada por nós como uma linda mobília!


Há poesia que primeiro nasceu,Rodrigo de antena
Pai da Rebequinha,um dos seus reais admiradores
Varão dos Franciscangelo,jóias raras da Maripenna
Todos juntos,vivem contigo! Nossos eternos amores!
Maria Augusta da Silva Caliari
Enviado por Maria Augusta da Silva Caliari em 14/02/2020
Código do texto: T6866028
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Maria Augusta da Silva Caliari
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
15040 textos (520913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/02/20 23:06)
Maria Augusta da Silva Caliari

Site do Escritor