Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAULO GUSTAVO

O ator, humorista, diretor, roteirista, apresentador, o artista mais completo de todos os tempos, o melhor, o mais Foda do mundo.
Um homem que era generoso em todos os sentidos, que era mágico.

Me apaixonei por você PG, desde que vc ainda tinha cabelo, quando te vi em Surto (2004/2005) e Infraturas(2005/2006) já sabia que iria te amar pra sempre. Um amor que chegava a doer.
Depois veio em 2006 João Ternura, Minha mãe é uma peça, Hiperativo, 220 Volts e On line e eu me apaixonando por você cada vez mais.
Então em 2013 o monólogo Minha Mãe é uma Peça virou um longa metragem.
Quando meus filhos foram ao cinema e assistiram o filme, voltaram pra casa eufóricos dizendo:

"Mãe tem um cara no cinema que é igual a você, ele fez o filme baseado em você,  como pode isso? Você sabe quem é?"

Eu disse: "Sei é o Paulo Gustavo."

Tornou-se o filme mais assistido do ano no Brasil, e em 2015 foi publicado como um livro. Devido ao enorme sucesso de crítica e público, em 2016 foi lançado Minha Mãe é uma Peça 2, e em 2019, Minha Mãe É uma Peça 3.

Nem preciso falar que eu vi tudo que você fez : Participou dos programas “MINHA NADA MOLE VIDA”, “A DIARISTA”, FAÇA SUA HISTÓRIA”, “CASOS E ACASOS”, “POR TODA MINHA VIDA”, além de fazer parte do elenco fixo do “SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO”. No cinema, integrou o elenco de “A GUERRA DOS ROCHA”, “XUXA E O MISTÉRIO DE FEIURINHA”e “DIVÔ.

Novela da Record "PROVA DE AMOR", "Vai que Cola" no Multishow, "Paulo Gustavo na estrada", no Multishow e "A Vila".
A cada ato, programa, seja lá o que eu visse com você, eu me renovava. Todos meus amigos diziam vc é igualzinha ao PG. A voz, a maneira de rir, de falar, de brigar, hahaha eu tenho você na alma PG.

Ainda me lembro o dia que minha amiga encontrou com você em um Cruzeiro, tirou foto contigo e me mostrou pra me torturar. Eu xinguei tanto ela:
"Sua vacaaaaaaaa quem tinha que estar aí era eu, sai daiiiiiiii sua bruxaaaaaa hahaha"
E hoje eu me sinto órfã, minha alma tem um enorme buraco. Um buraco sem fim, parece que eu perdi um filho. Eu imagino e sinto a dor da Dea Lúcia e nada que eu disser pra ela irá confortá-la. Eu lhe daria apenas um abraço imensamente apertado e calaríamos nele, nossa dor.
Você que foi mãe de todos nós brasileiros, estamos órfãos de alegria, de cultura, de inteligência, de genialidade, de talento, de idéias, de generosidade, de Amor, de loucura, de criação,  de entretenimento, de luz, de vida.
Eu amo você e nunca mais esquecerei você. Vou levar você dentro da minha alma esburacada, num cantinho pra você nunca escorregar.
Te amo como se ama o amor PG.
Siga em paz
R.I.P Paulo Gustavo
Ruggeri
Enviado por Ruggeri em 04/05/2021
Código do texto: T7248377
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Ruggeri
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
511 textos (36704 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 10:55)
Ruggeri