Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDARIEDADE À MIRA IRA

 

 

Onde está minha princesa

Onde está meu coração?

A poetisa beleza

Que nos enche de emoção?

 

Eu lamento o ocorrido

Com o seu computador,

Atacado por bandido

Sem caráter, sem amor.

 

A infeliz criatura

Que dessa forma procede

É filho da desventura

E os seus atos não mede.

 

Seus amigos do Recanto

Te esperam com ansiedade

Vem nos trazer seu encanto

Vem acabar com a saudade.

 

***

Eis aqui a bonita particiação da Milla Pereira, outra vítima do racker sem-que-fazer.


O Recanto que aguarde
A volta da Princezinha
A Pimentinha que arde
E escreve como Rainha.

Essa menina Mineira
Que é verdadeiro encanto
Logo voltará,faceira
P'ros amigos do Recanto.

Vamos à delegacia
Entregar esse bandido
Que nublou sua alegria
E seu pc invadido.

Assim que ela voltar
Eu já vou fazer u'a prece...
Nós vamos é festejar
O quinteto agradece. 


 

Falei  hoje, por telefone, com a Mira Ira (Eliana Berto), seu computador e o da sua filha Amanda continuam no conserto.

 

Ela pediu-me que transmitisse a todos os recantistas, suas saudades. Breve ela estará aqui de novo.

 

Turma do Sexteto, Pedrinho Goltara, Milla Pereira, Airam Ribeiro, aguardem a “pimentinha”, logo ela estará aqui para nos alegrar.

 

“Oceis virum que num falei nu Antenor, num foi? Ara, sô, o coitado ta uma arara, perdeu parte da tese dele, lá em Barcelona. Agora ele tá de mar cum nóis tudo; Poetadador, nóis ama ocê, cumpadi. Nóis lamenta tudo isso, o curpado foi o fio de uma que ronca e fuça.

 

 

(Hull de La Fuente)

 

 

 

 

Hull de La Fuente
Enviado por Hull de La Fuente em 27/11/2007
Reeditado em 28/11/2007
Código do texto: T755266
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hull de La Fuente
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2667 textos (400060 leituras)
2 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:44)
Hull de La Fuente