Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEDO DELA

Minino de Deus, nem te conto!
Tava eu lá, parado no ponto quando ela chegou
com aquela pose de rainha da Inglaterra.
Como quem não queria nada
foi tentando se aproximar.
Num sei o que quela viu ni mim
pra me persegui assim.
Ah, meu Deus, eu ainda vejo
seu olhar cheio de desejo a me encarar.
Aí, eu que num sô bobo nem nada,
olhei pra ela, pensei bem e falei:
_ Eu, heim? Tô fora!
Juntei meus trem e fui embora.
Pois ocê acredita
que ela ainda tentou me acompanhar?
Mais aí, eu parei e gritei:
_ Alto lá, pra cima de mim, não!
Pode voltar!
Aí, ela deu meia volta
com aquele arzinho de revolta
e foi s'imbora protos lado.
Mais, para evitar confusão
tenho andado com mais atenção
com mais cuidado.
Até coloquei um raminho de arruda
atraz da orelha...
É que eu morro de medo de abelha.



silasol
Enviado por silasol em 22/06/2010
Reeditado em 22/06/2010
Código do texto: T2334719


Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
677 textos (84939 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/04/21 22:14)
silasol