Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
th?id=OIP.wzm066g7suz-uqFAu31T1QHaE8&w=212&h=141&c=7&o=5&pid=1.7

Secura na madrugada!

Noite quente, suor, caminhada
Propício a uma bela degustação
De uma cerveja bem gelada
Espuma caindo pelas beiradas

Pra conter e matar a vontade
Sem contar a abafação!
 
E como andamos naquele dia
Na verdade, já passava das 23 horas
O suor “velho”, já nem mais corria
Jorrava de encher uma bacia
Nada de bar, boteco ou lanchonete
Abertos, o quê fazer agora?
 
th?id=OIP.pqQMGC909FqdtXJMTQAHagHaEx&w=299&h=191&c=7&o=5&pid=1.7

Pra lá pra cá, feito três zumbis
Esturricados de tanto salivar e andar
Ninguém queria, um bar abrir
Por favor, temos dinheiro pra pagar!
Só fazia aumentar a secura
Tudo conspirava, parar e voltar!
 
th?id=OIP.v6z7N5E6MOwl4zZxkWSRHgEgDY&w=148&h=159&c=7&o=5&pid=1.7

E quando a esperança se esgotava
Madrugada indo..., vindo sol
De longe se avistava uma porta escancarada
Era uma farmácia já fechando
Então fomos se aproxegando
E num ato de desespero
G
ritei, até que fim uma luz
...três copos, e com gelo

th?id=OIP.kH5oCFI7VYO998CTCJO0OgHaJ4&w=157&h=209&c=7&o=5&pid=1.7
Moça, já que não tem cerveja...
Abra pra nós um
SADOL!

th?id=OIP.XfPBOAN-8onyRbJJIIxfjAHaJ4&w=156&h=208&c=7&o=5&pid=1.7
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 01/12/2019
Código do texto: T6808653
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcosvi
Siderópolis - Santa Catarina - Brasil
1403 textos (29421 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 00:21)
Marcosvi

Site do Escritor