Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*** O Helicóptero Que Quase Virou Disco Voador ***

Dizem que certa vez, numa cidadezinha pequena e pobre, numa tarde com um sol de rachar, as pessoas estavam tranquilas em suas casas, quando de repente, ouviram um baita de uma barulho e saíram correndo para a rua ver o que era aquilo.
Um senhor, caipira no último, saiu de sua casa berrando:
 -Ô meu Paizinho Cristinho!!!O que acontecer??
Chegando no local que havia acontecido o barulho, viu um helicóptero aterrissando. É óbvio que ninguém daquela cidade sabia o que era um helicóptero.
O caipira, vendo aquele "objeto não identificado ", ficou assustado e gritou novamente:
 - Ô meu Jesuzinho! Será possíver que os ET viero visitá nóis?
As pessoas então, colocaram na cabeça que "aquele troço" no meio da rua, era um disco voador que viera do espaço, lotado de extraterrestres afim de acabar de vez com a cidade. Começaram a gritar de medo. As mulheres até choraram, como sempre. Um bando de manteiga derretida.
Um outro senhor, pobrezinho!!!! Ficou tão assustado que...fez coco nas carças!!!
O piloto do helicóptero, ficou admirado com a reação das pessoas e começou a explicar o que era o chamado objeto não identificado. Explicou também, porque pousou lá. O motivo do pouso forçado foi que um aparelho começou a apitar, então o piloto se assustou e aterrissou mais que depressa.
Uma mulher, a esposa do caipira, que também era caipira (lógico!  mulher de caipira, caipira é) disse ao piloto:
 - Eu intindí que o trem lá começou a piar e ô cê teve que "aterrovoar", mais o sinhô quase matô nóis tudo do coração.
O piloto disse a mulher:
 - Em primeiro lugar, nem existe "aterrovoar" sim aterrissar! Em segundo lugar foi bom porque vocês, graças a mim, agora já sabem o que é um helicóptero.
Depois de duas horas, o piloto foi embora com seu helicóptero e as pessoas voltaram para suas casas. Uma comedre disse para a outra:
 - Mais é duro memo né, nóis mora aqui onde o Judas perdeu as butina. Nóis tudo aqui, num sabe di nada! - A outra comadre disse:
-É a tar de tecnologia que num chego aqui ainda. Mais se agora, agorinha memo ela tivé pegano um helicóptero pra vir aqui, loguinho loguinho ela chega.  - a outra comadre então concordou:
 - É memo!!!
Barbara Akemi
Enviado por Barbara Akemi em 10/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T688346
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Barbara Akemi
Itapeva - São Paulo - Brasil, 22 anos
28 textos (4338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 10:40)
Barbara Akemi