Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O LOBO

Não acredite em mim.
Na minha fala macia,
no meu jeito simples
nos meus olhos tristes.


Fuja... fuja...  fuja...


Não se arrisque.
Risque,
o meu nome da sua vida.
Não acredite em nada que eu fale.
Não corresponda, cale.


Fuja... fuja... fuja...


Eu lhe suplico,
sou mentira fugaz
para lhe enganar ainda mais.
Não creia nas minhas preces,
não se exalte pelo meu canto
ou pelos meus versos apaixonados.
(eu os faço para todas as mulheres)


Afaste-se.
Fique longe de mim,
como se contagioso eu fosse.
Não se iluda com esse meu jeito bondoso.
É tudo falso.
Quimeras.
Bijuterias se passando por diamantes.


Fuja de mim!
Fuja o quanto antes.
Fuja enquanto é tempo,
como o diabo foge da cruz.


Fuja... fuja... fuja...


Enquanto é dia
enquanto é luz.
Pois quando a noite chegar,
o lobo que habita em mim,
vai devorar
você!



                                                          Revisão: Vera Sarres
                                                        vmsarres@yahoo.com.br
joão joão
Enviado por joão joão em 18/10/2007
Reeditado em 21/05/2009
Código do texto: T699768

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
joão joão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
281 textos (16652 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:31)
joão joão