Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



                                                                                                    PINTINHO SAFADINHO




Meio desajeitado, biquinho afiado
Escondido num lugar apertado, lá vai
Um pintinho, pensando que já é galo!

Pintinhos não têm cristas, responde logo se alguém
Indaga, sobre o seu tamanho
Não sou pinto, não está vendo, já
Tenho crista. Sou um pré-adolescente e fico
Irritado quando em mim, alguém
Não coloca fé! FICO BRAVO!!!
Homem, não é que o bichinho é danadinho mesmo
O pré-candidato a galo sabe dançar como gente grande!

À noite, se tem festa, fica acordado sem pestanejar
Mexe, brinca e cisca a noite inteira, é mesmo o rei do pedaço.
A madrugada fica pequena com as gracinhas do pintinho.
Rita Franga que o diga, do desempenho do pintinho em sua cama
Ele, diz a Rita, não se cansa nunca...
Lembro bem da nossa primeira vez, causou-me
Impacto, roubou meu fôlego, desfaleceu-me
Nunca vi coisa igual e olha que tenho fama de pegar
Homens-galo na cama e deixá-los em frangalhos.
Olha gente, acredite se quiser, este pinto faz feliz qualquer mulher!!!







paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 03/12/2007
Reeditado em 03/12/2007
Código do texto: T762750

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2609 textos (515930 leituras)
57 áudios (6131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:56)
paulo cesar coelho