Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
INDRISO N.47

ARDIL

No céu, a lua se acende,
e, ardilosa, vence
a escuridão divina.

No meu quarto entra
murmurando lenta:
"Tenta ... tenta ..."


Atenta, ela se movimenta feito uma bailarina.

Encanta - e aventa - n
um raio que me ilumina
.

Silvia Regina Costa Lima
11 de junho de 2009





PRESENTE DE AMIGOS


Irineu Gomes

Essa lua que acende 
E seu quarto ilumina
Já trouxe para você 
Uma beleza divina



SILVIA REGINA COSTA LIMA
Enviado por SILVIA REGINA COSTA LIMA em 13/06/2009
Reeditado em 15/06/2009
Código do texto: T1647694
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Vinhedo - São Paulo - Brasil
1903 textos (365800 leituras)
1 e-livros (801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 07:23)
SILVIA REGINA COSTA LIMA

Site do Escritor