Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALEGRIA

De volta aquele abraço de matar...
Saudade que teimava em dar um nó
No peito que só pulsa o verbo amar.

Os olhos ora são um brilho só,
Os lábios não se cansam de beijar,
Dois corações estão cantando em dó.

Acaba de uma vez o aperto, a dor,

Para reinar definitivo o amor.

* Grato, belíssima interação:

VOLTA, AMOR!

Amor que adentrou a minha estrada,
brilhante como a noite estrelada...
Eu via da janela o seu fulgor.

Não sei por que se foi, depressa, embora,
espinho a picar-me hora a hora,
fazendo rolar lágrimas de dor.

Ah, quisera eu que tu voltasses.

E com um doce beijo me curasses.
                                    (HLuna)
 
Kid verso
Enviado por Kid verso em 18/11/2017
Reeditado em 19/11/2017
Código do texto: T6175451
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Kid verso
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1157 textos (58685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/21 20:17)
Kid verso