Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

31ecc8506de54d2db4d39f4298116fef.jpg

 
"A fé diz que a Morte é burburinho!"

A fé diz que a Morte é burburinho
Somente  passaremos  bem rápido
Para o outro lado do Caminho!

Partir dizendo:sou eu, vocês são vocês
O que eu era para vocês eu entendo
Ainda bem que Lá continuarei sendo!

Pronunciem sempre o meu nome

Como sempre fizeram assim entendo!



29785-mini.jpg?v=1389972439
Maravilhosa ,bela e reflexiva  inspiração na  interação do  nobre  poeta   Jacó Filho, a qual muito me lisonjeia:

 
"A VIDA NÃO CESSA!"

Ainda vejo teu vulto sob a lua,
E rumo à estação és outra pessoa...
/Enquanto o adeus, na alma ressoa...

Fecho meus olhos para ver-te nua,
por conta da paixão que me cega...
A razão é clara minha dor se nega...


Olho o Sol, pra ver que continuas,
Doando-nos vida sem pedir retorno.
Sinto-te no coração, que bate morno...

A vizinha rir mas a alegria é tua.
Nas ruas cães e crianças vão alegres.
Pétalas no chão tua beleza, elege...

Ipês amarelos dizendo que perpetua,
A vida como sonhamos e tu mereces...
E cada ser vivo que ao céu agradece...

Teu vulto some mas a tristeza recua,
Ao ler nos astros nossa linda prece,
E ante meus olhos, teu amor aparece..
Maria Augusta da Silva Caliari
Enviado por Maria Augusta da Silva Caliari em 06/11/2019
Reeditado em 07/11/2019
Código do texto: T6788817
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Augusta da Silva Caliari
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
14916 textos (423785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 00:04)
Maria Augusta da Silva Caliari

Site do Escritor