Cinzas de mim

A gente se vê n'outras realidades por aí,

No pó das estrelas no espaço a singrar,

Nas cinzas de mim lançadas em alto-mar,

No sorriso das crianças a se repetir,

No quasar pulsante a luzir,

Nas histórias do Amor que com você vivi,

Apenas e só, por favor, nunca vá se esquecer

Que existe um poder infinito guardado em você.

Fera da Poesia
Enviado por Fera da Poesia em 30/06/2022
Código do texto: T7549435
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.