Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Bilhete



Naquele seu bilhete ficou a alma
Toda a calma levou; deixou inação.
Tremeu a mão; dor senti, faltou-me calma.


Viv’alma viu o olhar fixo no papel.
Ironia!Azul-céu...Escrito a sangue...
E exangue fiquei, sem cor, feito um réu.


Cruel, cruel você foi; tirou a paz.


Incapaz de me amar levou meu céu.
MVA
Enviado por MVA em 05/12/2007
Reeditado em 20/09/2008
Código do texto: T765817
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1957 textos (195928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 23:14)

Site do Escritor