Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOÃO BOSCO: CURRÍCULO - A FAVOR DA LEITURA DE MUNDO A PARTIR DO MUNDO... Guia Prático da NOVA ORTOGRAFIA - Douglas Tufano

CURRÍCULO - JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA

 LÍNGUA PORTUGUESA DEZ. 2014

Mestrado em Teoria da Literatura e Crítica da Cultura (2011). Pós-graduação lato sensu em Educação pela SEAD – Serviços Educacionais Ltda. (2013). Lecionou Comunicação e Expressão no Centro Universitário de Ciências Gerenciais (1999-2002). Correção de textos de vestibular na COPEVE. Professor de língua portuguesa, reforço escolar e produção de textos em Tutores Piracicaba, São Paulo. Professor de gramática, produção de texto e literatura brasileira e portuguesa. Artigos científicos diversos (2004-2014) e os publica em revistas científicas e em sites da Universidade: Estadual de Maringá; Universidade Federal de Goiás, Universidade de Assis, SP, desde julho/2010. Há livros virtuais em Recanto das letras.
(Texto atualizado em 21/09/2014)
Endereço em Piracicaba, SP
________________________________________
Para contato: jbosconato@hotmail.com ou (19) 981715156 ou (19) – 3413- 2356 (residencial)
Residencial: Rua Pedro Sacone, 54, Vila Rezende, Piracicaba, São Paulo, CEP: 13405- 253
FONE: 19-3481-2356 (residencial). Celular: 19-981715156.

FORMAÇÃO ACADÊMICA/TITULAÇÃO
________________________________________
2009- 2011 - MESTRADO EM LETRAS: Teoria Literária e Critica da Cultura (Conceito CAPES 3).
1991 – 1996 - GRADUAÇÃO EM LETRAS. Brasil.

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR
________________________________________
2003 – 2004 - ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU - Educação Especial. (Carga Horária: 400h). Criatividade em Produção de Texto.

ATUAÇÃO PROFISSIONAL
________________________________________
2014 – Tutores/Piracicaba – Reforço escolar multidisciplinar – 12 de fev. 2014.
2013 - CENTRO PAULA SOUZA – ETEC Fernando Feliciano da Costa – Piracicaba, SP. LTT - Ética e Cidadania Organizacional – 1º semestre/ 2013.

PROJETOS DE PESQUISA
________________________________________
2013 – Bingo dos Alimentos – cartilhas colorizadas de PVC - nutrição aplicada à educação infantil, técnicas de Nutrição e Dietética - Etec Fernando F. da Costa, Piracicaba, SP.
________________________________________
PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA: LIVROS E REVISTAS CIENTÍFICAS, UNIVERSITÁRIAS  ________________________________________
  Livro virtual: “Desafio da escola democrática na era das novas tecnologias”:
O desafio da escola democrática na era das novas tecnologias, 978-3-639-68468-1, Get Morebooks, Novas Edições Acadêmicas (22 de agosto de 2014).
  PEREIRA, José João Bosco. Telhado de vidro, poema. In: RAMOS, Isaac Almeida (Org.) Poesia livre - Antologia Poética: Concurso Nacional Novos poetas. Vivar Paraíba, Edit. Nacional, 2013, p. 164-5.
  PEREIRA, José João Bosco. A ERA DAS NOVAS TECNOLOGIAS: O IMPACTO DAS REDES SOCIAIS NOS MOVIMENTOS POPULARES NO BRASIL DE 2013. In: Revista Virtual de Letras - ISSN 2176-9125. Universidade Federal de Goiás - Campus Jataí. RevLet Revista Virtual de Letras, Goiás, UFG | CAMPUS JATAÍ.
  PEREIRA, José João Bosco. Do pseudônimo ao orientalismo: um “caminho das pedras” representativo no labirinto das narrativas de malba tahan. José J. Bosco Pereira. RevLet – Revista Virtual de Letras - ISSN 2176-9125. Universidade Federal de Goiás - Campus Jataí. Vol. 05. Ed. nº 2, 2013. 18 p. http://www.revlet.com.br/artigos/205.pdf
  2006 – PUBLICAÇÃO: MOMENTOS POÉTICOS, livro de poemas.
  16 a 19 de maio/ 2012 - Certificado da Futuro Eventos, chancelaria UNIABREU, 19ª EDUCAR/ EDUCADOR: Feira Internacional de Educação, Congresso Internacional de Educação e 1º Profitec - Congresso Internacional de Educação Profissional e Tecnologia em São Paulo - 50 horas/aula, registro sob o nº 1416, série L/2012. Julho-dez./ 2012.

_______________________

A FAVOR DA LEITURA DE MUNDO A PARTIR DO MUNDO DA LEITURA
NA ESCOLA ESTADUAL “MANASSÉS EPHAIM PEREIRA”.

Em agosto e setembro deste ano 2014, dedicamo-nos à sala de leitura com um projeto de uma leitura dramática de alguns livros e a leitura de livros em sala de aula. Ninguém imaginava que Machado de Assis, negro, epilético, gago, pobre de uma comunidade do Morro do Livramento, uma favela, uma periferia do Rio de Janeiro, se tornaria um gênio da literatura. Se fizermos com coragem, respeito pelo outro e sua visão de mundo, o trabalho em educação tem e terá frutos agora e para o futuro. Nada é impossível: as pessoas podem nos surpreender. Nesse sentido, José João Bosco Pereira desenvolveu esses dois projetos de incentivo à leitura com seus alunos do curso fundamental e curso médio. Como professor de língua de portuguesa e literatura, seguindo o programa do Estado de São Paulo, o professor citado descreve essas duas atividades afins na Escola Estadual “Professor Manassés Ephaim Pereira”, no Monte Líbero, Piracicaba, SP. O (mini)conto “Missa do diabo”, de Machado de Assis (2007), Companhia das letras, nos surpreende com seu aspecto gótico-existencial-sapiencial, com um questionamento da possibilidade de fazer o bem em momentos paradoxais. Há em cada um de nós o desejo do bem e de ser feliz! Nenhuma mal pode subjugar a criatividade humana para o ético e a solicitude para com o outro, diferente de mim. Os alunos ouviram atentamente a história machadiana encantada pela voz e dramática leitura do professor na sala de leitura. O silencio foi receptivo e marcado pelo desejo da novidade de um mundo que se abria ao estudante e à sua turma em um dia acinzentado pela chuva tão esperada em Piracicaba. Era manhã, o segundo horário antes do recreio. Após o fim, a sirene foi o sinal de finalização de um tempo precioso, dedicado à leitura em turma. O desafio de ler em meio à tentação constante e cotidiana do celular ainda tem guarita na alma do estudante. O segundo projeto foi contemplado na turma da noite, cujos alunos têm mais dificuldade de leitura. O professor e a coordenação conseguiram introduzir a leitura de alguns livros entregue aos estudantes para que cada um pudesse apreciar o livro colorido, diferentes gêneros, senti-lo, lerem alguns linhas e parágrafos, decifrarem algumas figuras e imagens. Nesse gosto surpresa e surpreendente, a turma conseguiu curtir o valor da boa leitura: o sabor que vem de um saber partilhado e compartilhado. Tais fatos, registramos em fotos, e o celular foi nosso testemunho vivo.
     
           LIVROS DISPONIBILIDADOS EM SALA DE AULA – DISCIPLINA LÍNGUA PORTUGUESA

Nossa turma 1º C noturno vivenciou a leitura variada de livros em sala de aula. Os livros foram distribuídos pelo Professor José João Bosco Pereira a cada estudante. Há muito tempo não abríamos um livro. Os tamanhos, cores e gêneros de livros foram nos encantando. Pudemos ler contos, crônicas, histórias de quadrinhos, diários literários, poesia, romances. Timidamente, muitos dos colegas pegavam os livros. Alguns queriam levá-los para a casa. Outros trocavam entre si como forma de curiosidade e seleção para uma leitura rápida. A experiência foi boa e faz parte do acesso à leitura pelas turmas da Escola Estadual “Professor Manassés Ephaim Pereira”. Pude experimentar uma nova janela pela qual se vê o mundo em linguagem, imagem e ficção. A direção na pessoa do Gil e a coordenação pedagógica representada por Elizete nos deram todo o apoio e registraram esse momento especial do projeto em seus celulares e tablet, depois as imagens foram mostradas em encontro com a comunidade e com os nossos pais.

Aluno: Rodrigo Bezerra Souza - 1º C, noturno, nº 24 – agosto de 2014.
 
_____________________________

TUTORES PIRACACIBA – PRONTOS A ACOLHER E ENSINAR – 17/09/14

Seja bem-vindo. Hoje vamos estudar a gramática e a linguística.
A gramática surgiu da necessidade de ensinar aos jovens as regras de fonética da língua pátria falada pela elite. A gramática vem antes de Cristo. Platão e Aristóteles foram os primeiros a se preocupar com as regras da prosódia e escrita do grego. Anchieta foi o primeiro a propor uma gramática do tupi-guarani.
Hoje, a gramática é ainda estudada para concursos. As escolas procuram dar noções básicas da gramática a partir de textos da cultura. Há muitas polêmicas sobre o valor e o uso da gramática, mas ainda existe uma necessidade de estudá-la.
A gramática pode ser de uso, histórica, normativa da língua portuguesa.
A gramática normativa é dividida em quadro partes: fonética/ortografia, morfologia, sintaxe, figuras de linguagem ou estilística.
A língua portuguesa propõe estudar a norma culta do falar urbano. A linguística abre-se o universo das variantes e falares regionais. O sotaque é a marca social de um idioma variado.
____________________
Guia Prático da NOVA ORTOGRAFIA - Douglas Tufano (Professor e autor de livros didáticos de língua portuguesa)
 FONTE: http://michaelis.uol.com.br/novaortografia.php

O objetivo deste guia é expor, de maneira objetiva, as alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.
Ele foi assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste.
No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo nº 54, de 18 de abril de 1995.
Esse Acordo é meramente ortográfico; portanto, restringe-se à língua escrita, não afetando nenhum aspecto da língua falada.
Ele não elimina todas as diferenças ortográficas observadas nos países que têm a língua portuguesa como idioma oficial, mas é um passo em direção à pretendida unificação ortográfica desses países.
Este guia foi elaborado de acordo com a 5.ª edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), publicado pela Academia Brasileira de Letras em março de 2009.
____________________
J B Pereira e http://michaelis.uol.com.br/novaortografia.php
Enviado por J B Pereira em 02/12/2014
Código do texto: T5056237
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2274 textos (1259341 leituras)
14 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 01:27)
J B Pereira