Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pulando amarelinha

Numa infância normal, tranquila e docemente pueril
Com as latinhas de unguentos, achatadas e recheadas com pedrinhas
Traçávamos um grande boneco para pular amarelinha: pernas, braços, pescoço e o céu.
Debaixo de um céu azul, entre árvores que nos davam sua sombra primaveril.

Jogando a calha nas partes do boneco desenhado, pulávamos amarelinha
Uma brincadeira deliciosa e sem quaisquer indícios de competividades
Quem errava a calha na parte do boneco, sua vez era repassada.

Enquanto esperávamos nossa vez para pular amarelinha, tínhamos o pular elástico: duas meninas seguravam em suas canelas o elástico e conforme pulávamos certinho encima do elástico, e íamos aumentando a altura.
Até que alguém pisasse fora e passava sua vez. E assim fazíamos o ciclo das brincadeiras.
Nunca ficávamos paradas.

Mas o que mais eu adorava era pular duas cordas ao mesmo tempo.
Essa ninguém me batia.
Ainda adoro essa brincadeira. Mas são poucas as crianças que sabem e gostam...
E assim era a alegria das infantes meninas em seus primeiros anos escolares e primaveris.
Só para recordar...












 
Miriamcarmignan
Enviado por Miriamcarmignan em 10/09/2019
Código do texto: T6742168
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Miriamcarmignan
Joaçaba - Santa Catarina - Brasil
33 textos (448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 08:52)
Miriamcarmignan