Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A chave da porta 16 (Continuação)

__Ok quando tiver fome é só me falar,vou botar Molly pra dormir já esta na hora de ela ir pra cama,vamos querida._Disse ela pegando a filha no colo.
Bobby ficara mais alguns minutos na sala vendo seu programa favorito ,quando ele ouve um barulho estranho em seu quarto,ele desligou a TV e subiu as escadas até o quarto, abriu a porta e viu que estava silencioso do mesmo jeito que deixou,já passava das 17:30 quando Bobby resolveu ir dormir ,antes foi até o quarto de Molly se despedir dela e de sua mãe.
__Mãe vou dormir,boa noite._Disse ele dando um beijo em sua mãe e depois um beijo em Molly.
Bobby seguiu para o quarto,quando entrou viu que as janelas estavam entre abertas ele não se lembrava de ter deixado as janelas abertas e as fechou,por um instante ficou tudo escuro e quieto rapidamente ele ligou as luzes, estava tudo em ordem Bobby não se agüentava em sono e reclamava que teria mais um dia chato de escola a mesma rotina de sempre,ele tirou os tênis botou o pijama e se deitou na cama e acabou  pegando no sono.
Amanheceu e Bobby ainda estava em sua cama quando o despertador tinha tocado,ele abriu os olhos e viu que era 6:15 da manhã achara estranho sua mãe não ter ido acorda-lo pois sempre ela o levantava as 6:00 em ponto,Bobby se espreguiçou e se levantou olhou mais uma vez no relógio que marcava 6:17 ,num pulo ele pegou uma calça jeans uma camiseta branca que estava separada em uma cadeira e as vestiu ,pegou o tênis e uma meia e os calçou rapidamente,ele foi até o guarda roupa e pegou a mochila e quando viu o fundo falso imediatamente se lembrou do livro que deixara lá,ele deixando a mochila de lado abriu o fundo falso com cuidado ,os olhos de Bobby se arregalam surpreso o livro não estava mais lá o livro tinha sumido só ficou a chave que estava dentro dela.
__Mas cadê o livro?_Falou ele olhando estupefato para o fundo falso do guarda roupa._Eu jurava que coloquei o livro aqui,como pode ter sumido!!E esta chave porque ela esta aqui?
Bobby não encontrava respostas, não estava entendendo o que estava acontecendo,já estava bem atrasado quando viu o relógio que marcava 6:30,ele pegara a chave e guarda na mochila ,desce as escadas indo para a cozinha não encontra sua mãe,a mesa já estava preparada com o café com um bilhete em cima que dizia “Bobby mamãe teve que sair mais cedo,o café estará na mesa e Molly já esta na casa da baba ,vá para a escola direitinho beijos de sua mãe”
Ele terminando de ler o bilhete pegou um copo com leito e bolachas e comeu rapidamente ,ele pegando sua mochila botou nas costas e foi até o banheiro arrumar os cabelos e escovar os dentes,faltando 10 minutos para o ônibus chegar Bobby nem se arrumou direito e saiu fechando a porta da sala e seguiu pela rua onde esperava o ônibus.
__Você esta atrasado garoto. _Disse o motorista.
__Me desculpe. _Respondeu com a cabeça baixa.
Derek,Julia e Peter chamaram Bobby para se sentar junto a eles e começaram a conversar.
__Aconteceu alguma coisa?_Perguntou Derek.
__Não ,o que poderia acontecer,não aconteceu nada eu estou bem._Respondeu ele abraçando a mochila com força.
__Você nunca chegou atrasado Bobby ,ta certo que você nunca gostou de ir a escola,mais sempre chegava antes do ônibus chegar no horário._Falou Julia olhando para a mochila de Bobby.
__Eu só me atrasei um pouco acordei em cima da hora,e minha mãe não estava em casa,ela sempre me acorda._Respondeu ele segurando firme sua mochila percebendo os olhares que Julia dava em cima dela.
Bobby estava preocupado tinha lembrado do sumiço do livro ficava pensando quem poderia ter pegado na hora se lembrou de Molly, será que foi ela mais como poderia se não estava mais na casa, no trajeto da escola ele ficara pensando no livro, ele estava preocupado e queria saber a onde o livro poderia estar.
O ônibus chegara e todos os alunos desceram a caminho do colégio, Bobby e seus amigos seguiram pelo corredor, Derek falava sobre garotas com Bobby, Peter falava sobre suas experiências para Julia que nem prestava atenção no que ele falava, ela percebeu que Bobby estava diferente com o olhar parado pensativo.
__Bobby você esta bem?_Perguntou Julia.
__Sim por quê?
__Você esta estranho, distante esta acontecendo alguma coisa pra você estar assim.
__Não tenho nada Julia, vou pra sala. _Disse indo para a sala deixando os amigos para trás.
Bobby se sentou na cadeira e pegou sua mochila quando abriu viu que estava uma bagunça, era lápis jogados fora da bolsa, cadernos dessa rumados folhas rasgadas ele não entendeu nada quando viu pensou quem poderia ter feito aquela bagunça, na hora pensou que fosse Molly ,mas se lembrou que ela tinha saído mais sedo.
Ele fechou a mochila e ficara pensando no sumiço do livro e quem poderia ter feito à bagunça dentro da mochila, desde que Bobby descobriu o livro coisas estranhas estava acontecendo.
A aula de português tinha acabado e Bobby pediu permissão para ir ao banheiro antes de sair ele pegou a mochila e tirou a chave dourada de dentro dela colocando em seu bolso,quando saiu da sala ele seguiu pelos corredores em direção ao banheiro chegando lá se aproximou da pia olhando para o espelho com bordas de madeira no tom bege envelhecido,antes que pudesse abrir a torneira uma gargalhada ecoava pelo banheiro e dizia um nome.
__HAHAHAHA!!!Bobby Bobby HAHAHAHA!!!
__Quem esta ai?_Perguntou ele procurando alguém nas portas do banheiro e não encontrou nada.
Bobby deu mais alguns passos indo à direção de uma parede cinza ao fundo quando se aproximou a voz voltou novamente,desta vez a voz era suave.
__Procure a entrada pela porta, antes que seja tarde.
__O que? Que porta quem esta falando?
A voz tinha sumido Bobby estava assustado mais queria saber quem era a moça da voz misteriosa ,ele se agachou encostando na parede procurando a voz por traz dela de repente a parede se move levando Bobby pra dentro dela.

     
LucianaMMiyagi
Enviado por LucianaMMiyagi em 21/10/2007
Código do texto: T703612

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LucianaMMiyagi
Taguaí - São Paulo - Brasil, 33 anos
31 textos (1720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 11:11)
LucianaMMiyagi