Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Renata

Hoje eu te trago essa flor
Que eu roubei do teu jardim
Mesmo que eu saiba, desde sempre,
Que quem plantou, não foi por mim

E dos meus versos, tão perversos
Faça o inverso, sem ter medo
Peço desculpas pelo que eu não disse
Junto da flor, trago um segredo

É que eu te escrevi só pra dizer
Que talvez eu não venha a ser
O tal poeta que é esperado por vocês
Mas no meu sonho eu já vi esta cena
Qualquer problema cai nas costas
Como o peso do mundo,
imundo como a mentira que nos mata
Então desejo bons sonhos reais,
Renata!

E eu que não sei explicar um sentimento
Qualquer momento é hora de correr atrás
Se a felicidade vem até agente
Cê sabe bem que eu ainda quero muito mais

É que se eu não me entregasse assim
Eu morreria sem saber do meu fim
Mas se um dia ver teu nome bem na capa
Eu escrevi só pra pedir mais um favor
Vai vir escrito bem embaixo de Renata,
Que o que o mundo hoje em dia mais precisa,
é de um pouco do teu amor... Renata!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 28/06/2009
Reeditado em 28/06/2009
Código do texto: T1671576


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
958 textos (33321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/21 22:22)
Júnior Leal