Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em qualquer tempo que eu imaginar.

A gente ainda vai ter tempo pra se amar, bater um papo e se distrair
em qualquer tempo que eu imaginar.

Sei que ainda em algum momento eu irei dizer tudo o que em todo o tempo eu não falei, seguir os planos que eu nunca concretizei.

Valeu apena enquanto durou, mas o tempo acabou e o que foi já rolou
Valeu apena até esperar, mas há vida lá fora e o tempo insiste em não parar.

Não venha me dizer que fui eu o culpado de tudo errado entre eu e você
Não queira entender a razão ou o porque disso tudo um dia acontecer

A gente ainda vai ter tempo pra lembrar de tudo o que um dia a gente sonhou
e planejar melhor o que se vai sonhar.
Ainda vai levar um tempo pra sumir tudo o que intensamente eu senti
a hemorragia que você deixou aqui me fez ser vazio de emoção, confuso entre o amor ou ilusão, perdido entre chuva e sol.

Não venha me dizer que fui eu o culpado de tudo errado entre eu e você
Não queira entender a razão ou o porque disso tudo um dia acontecer.
Matheus Souza
Enviado por Matheus Souza em 26/01/2012
Reeditado em 11/06/2018
Código do texto: T3462375
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Letra e Música.: Matheus Souza www.matheussouza.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Matheus Souza
Taboão da Serra - São Paulo - Brasil, 32 anos
46 textos (1638 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 02:06)
Matheus Souza