Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Redundância

Às vezes é foda não ter nada pra fazer
Não penso nem em mim, só em você
Te tocar em pensamento não dá mais
Te amar em silêncio, nunca mais!

Tudo que, um dia, foi dor
Nesse instante pode acabar
Deixa eu te dar o meu amor
Tudo que você precisar

Vou te fazer subir
Acima de qualquer limite existente
Tocar-te com minhas mãos
Que te consideram um presente

Olhar-te com olhos
Que te desejavam faz tempo!
Beijar-te com a boca
Que ansiou por este momento!

E o que posso fazer
Com o que sinto por você?
Já não dá mais pra destruir
Esse problema que é me iludir!

Já não consigo controlar
A redundância que é te amar!

Eu queria só por esse instante
Deixar de ser redundante
Não fazer a atração cair
Quando você for embora daqui

Já não consigo controlar
A redundância que é te amar!
Luiza Araújo
Enviado por Luiza Araújo em 05/02/2007
Código do texto: T370457

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luiza Araújo
Ananindeua - Pará - Brasil, 30 anos
45 textos (4531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 20:39)
Luiza Araújo