Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cão sem dono

Quem me deixou assim no abandono?
E destroçou meus sonhos com seus planos?
Foi para se fazer? Ou foi puro prazer?
Restou-me apenas, triste, enlouquecer.

As longas tardes passam tão discretas,
E as noites abrigam dores tão inquietas.
A solidão é atroz, e sofro sem ter paz.
O inconstante amor presente é demais.

Mas para uma dor aflita é bom sair,
trair, partir, cair, desaparecer.
Deixar a saudade se evanescer
E se há ainda abandono e eu imploro
Sou cão sem dono que perdeu teu colo
Na rua eu te vejo e não me consolo.
Jacques Levin
Enviado por Jacques Levin em 04/03/2007
Código do texto: T400585


Comentários

Sobre o autor
Jacques Levin
Vassouras - Rio de Janeiro - Brasil
1171 textos (118227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 13:05)
Jacques Levin