Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alguém a me esperar

Feito mar, que se espalha e toca os continentes
Eu me vejo longe e ao mesmo tempo em nenhum lugar
Vendo um lar que parece o mundo de onde eu vim
Com saudade, sem chamar os fatos, só sentindo...

Que pode o tempo esperar
Não há porque pensar em ser alguém que não sou
Há muito tempo

Foi-se o medo de sonhar
Um dia quando olhei o futuro
E vi alguém a me esperar

Sempre quis estar alheio ao mundo são lá fora
A loucura deve ser o meu comportamento
Escondi num lugar distante a minha face
E me olhei sem medo de sorrir se eu gostasse

Pode o tempo esperar
Não há porque pensar em ser alguém
Que não sou há muito tempo

Foi-se o medo de sonhar
Um dia quando olhei o futuro
E vi alguém a me esperar
Mar de Oliveira Campos
Enviado por Mar de Oliveira Campos em 07/06/2007
Código do texto: T517352

Comentários

Sobre o autor
Mar de Oliveira Campos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (5501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 06:18)
Mar de Oliveira Campos