Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MarthaMedeiros-ChicoDoCrato-OsHonestos

MarthaMedeiros-ChicoDoCrato-OsHonestos
https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/79458
ChicoDoCrato, Música, Voz, Violão, Sintetizador, Arranjo, Mixagem e adaptação do Texto de Martha Medeiros de 2006, atualíssimo em 2018.
Audacity, 089 Ritmo 063+70 Em Fá+. Gravação caseira. Gravar em estúdio.
Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a sua prévia permissão.
A proteção anticópia é ativada.

Eles não são muitos, mas nada impede que apareçam na sua vida de repente e coloquem tudo a perder.
Eu sei que você se protege, que seus advogados estão bem instruídos,
que o pessoal do Recursos Humanos sente o cheiro dessa gente de longe, mas descuidos acontecem, e a qualquer hora do dia ou da noite
você pode ter a infelicidade de topar com um deles na sua empresa com crachá e tudo, infiltrado dentro desse império que você construiu
com tanto esforço e dedicação, e será o seu fim.
Ele vai jogar seu nome na lama. Ele, o honesto.

O honesto não dá pinta de que é honesto, parece um sujeito comum,
que você até apresentaria para sua filha.
Você jura que ele ganha seu sustento como todo mundo, fazendo uma maracutazinha aqui, uma sonegaçãozinha ali, tudo nos conformes.
Mas não, ele não é como todo mundo.

Ele teve uma infância diferente.
Teve pais que lhe deram valores e princípios.
É um produto do seu meio, não tem culpa.
De certa forma, a sociedade é responsável por ele.
Ele é um excluído que só quer encontrar uma forma de sobrevivência,
de ser alguém na vida. Escolheu este, o caminho da honestidade.

Assim como ele, há outros honestos atrapalhando o desenvolvimento da sociedade.
São aqueles que se negam a receber uma propinazinha para agilizar uma negociação, que denunciam pequenas armações, que não superfaturam notas, que insistem em dizer sempre a verdade e que dão o péssimo exemplo de devolver o que não é deles, menosprezando a própria sorte.

Bis no Final
São médicos que não prescrevem remédios à-toa, mesmo que o paciente ache que está doente (se ele acha, o que custa incentivá-lo a consumir uns comprimidinhos e alavancar a indústria farmacêutica?)
São comerciantes que não vendem produtos com o prazo de validade vencido.
Servidores que não vendem carteiras de habilitação para quem não fez teste de direção.
Donos de bar que não vendem bebida alcoólica para menores.
Todos puxando o freio de mão da nossa economia.
Sem falar nos que jamais desviam dinheiro – e assim não distribuem renda.
Não dá pra acobertar essa gente.
Quando se desmascara um, tem mesmo que colocar na primeira página do jornal.
ChicoDoCrato e Martha Medeiros
Enviado por ChicoDoCrato em 01/05/2018
Reeditado em 02/05/2018
Código do texto: T6324583
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ChicoDoCrato
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
729 textos (13464 leituras)
734 áudios (14020 audições)
41 e-livros (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/18 12:35)
ChicoDoCrato