Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Claustro

.:.
Muro alto e portas fechadas
separam o homem do mundo lá fora.
São grilhões de ontem, hoje e sempre.
Reflexos vivos da humanidade
Que implodindo a cada descoberta,
gira em ciclos, redescobrindo
o átomo ridículo do nada.

Se é verdade que a vida nos ensina tudo
Por que não aprendemos nada?
Se o passado nos ensina a viver melhor
Por que os velhos castelos são grades?

Ainda esperamos mudanças!

Novos presídios, crimes antigos.
Obrigam o homem a não dizer nada
É o silêncio do povo inocente.
Reflexo vivo da impunidade
que crescendo a cada novo crime,
gira em cédulas, redescobrindo
a máquina ridícula do capital.

Se o poder da força ainda nos inibe
Como podemos reagir?
Se o passado nos ensina a viver melhor
Por que os velhos castelos ruíram?

Ainda esperamos mudanças!

Nijair Araújo Pinto
Fortaleza – CE, 05 de maio de 2000.

Letra do Meu CD Claustro.
ouça em:
www.tramavirtual.com.br/item_e
.:.
Nijair Araújo Pinto
Enviado por Nijair Araújo Pinto em 18/09/2007
Código do texto: T658030
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nijair Araújo Pinto
Crato - Ceará - Brasil, 46 anos
2196 textos (65093 leituras)
81 áudios (1658 audições)
3 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:31)
Nijair Araújo Pinto