Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor sempre ser

Com o coração que austera,
O amor que o perdão traz,
O coração que se faz gera,
Como quem o amor nos apraz.

Amor sempre ser o diferente,
O corpo que edifica altares,
Mesmo o amor que é excelente,
Fazendo males em seus lugares.

Refrão
Como o somo que se imagina,
E mesmo que o ser que iluda,
Você é um doce linda menina,
A púrpura dos olhos que cuida.

Como os sonos que retumbam,
O que o sono que se argumenta,
Mesmo quão se dar acredita,
Mesmo o corpo que se alimenta.

O corpo que não se compunha,
De fazer o bem que se congrega,
E mesmo a calar tua alcunha,
Mesmo o discernir que cega.

Refrão
Como o somo que se imagina,
E mesmo que o ser que iluda,
Você é um doce linda menina,
A púrpura dos olhos que cuida.

O corpo que tem a tua felicidade,
Mesmo o sentido que faz o bem,
Sermos salvos por tua santa idade,
Mesmo e sim que o fazer também.

E mesmo a letargia de nossos males,
O amor que não se alimenta não dura,
Mesmo sendo um ser como simples,
Achar no amor todo o sal e cura.

Refrão
Como o somo que se imagina,
E mesmo que o ser que iluda,
Você é um doce linda menina,
A púrpura dos olhos que cuida.


Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 09/09/2019
Código do texto: T6741169
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1221 textos (4374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 09:25)
Gumer Navarro