Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NEM DE SAIA NEM PINTADA (SAMBA)

Assim que você chegar eu levanto
Inda que entendam execrável
Mesmo que me doa tudo e tanto
E que padeça do insuportável


De teus “porquês” nada entendo
Ponderei que não é aceitável
Tu não sambas de saia!
Tu não danças pintada!

Assevero, nem me arrependo
Sem receio deste amor improvável
Ou martírio de ver-te chorando
Sei que te rotulei: “desfrutável!”

Já avisei: se sentar eu levanto!
E revelo o que é reprovável
Tu não sambas de saia!
Tu não danças pintada!

André um Jerico
Enviado por André um Jerico em 03/10/2007
Código do texto: T679504

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andre Barbosa de Oliveira www.ideiadejerico.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André um Jerico
Monte Santo de Minas - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
56 textos (824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:34)
André um Jerico