Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desavisada Juventude

Muito interessante tem sido
Ver essa gente toda,
Inexplicavelmente,
Se comportando
Como se aqui, que é tão imenso,
E denso,
Apenas coubessem
Os que acabam de chegar,
Sem espaço ou tempo
Para mais nada,
Para mais ninguém.
Gente desavisada essa, vil,
Inconseqüente!
Que nunca notou, não viu,
Não procurou entender
Que as coisas não são assim
Que tudo começa, resiste por um tempo,
Tem fim.
Não é de outro modo
É assim!
É gente que não percebe
Que este mundo
É um só
Abrigo para todo mundo,
Tudo parte do mesmo nó.
E se não se dão conta agora,
Que é hora,
Dessa inarredável,
Mas tantas vezes escapável,
Verdade
Vão trombar com ela
Mais à frente.
Basta mais pouco
E vão trombar com ela,
Certamente,
Essa gente que se comporta
Como se tudo o que há
Só houvesse
Para quem chegou agora.
Essa gente vai ver
Um pouco mais à frente,
E aí inescapavelmente,
Que as coisas não são assim,
Que tudo começa, resiste por um tempo,
Tem fim...
João José
Enviado por João José em 13/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T693090
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João José
Goiânia - Goiás - Brasil, 60 anos
3 textos (86 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:25)