Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PELA "MINORIA" QUE É MAIORIA

Quem "rima com enta" como eu...
Cronologicamente já viveu
Pra entender essa canção!
Nosso Brasil de novo encrudesceu
O País de repente amanheceu
Com um estranho rancor no coração!
Molecada, o nosso País não foi assim!
Pergunte a quem veio antes de mim
Qual era a nossa vocação...
Cada um poderia crer no que quisesse
"Benvinda sempre qualquer prece"
Bastava a boa intenção!

Pior que a gente já tinha se libertado
Era coisa do passado:
Tortura, Ditadura, Escravidão!
Liberdade é viver sem ser monitorado
Mas de 30 em 30 um descerebrado
Vem e abre a tampa do porão!
O pior é que o papinho é sempre o mesmo
Palavrinhas ditas a esmo...
Tomam corpo e a Multidão
Em geral faminta  segue quem ganha no grito
E o Brasil "comeu bonito"
Se lambuzou na refeição!
E agora não sou eu quem diz é o DITO
Vamos ter que voMITAR o Mito
Porque nos deu indiGESTÃO


São fenômenos que correram o mundo inteiro
Sempre aparece um justiceiro
E diz que pra matar Corrupção
Se faz necessário, primeiro, matar gente
Humilha, oprime o diferente
E conta com aprovação
De quem diz que um dia seguiu Jesus
E novamente põe a Cruz
Nas Costas do Pobre Cidadão
Deus Pai, tenha piedade desse Povo
Tem mais de um seu filho de novo...
Crucificado, morto, igual ladrão!

Pior que a gente já tinha se libertado
O Brasil havia superado:
Tortura, Ditadura, Escravidão!
Liberdade é viver sem ser monitorado
Mas de 30 em 30 um descerebrado
Vem e abre a tampa do porão!
O pior é que o papinho é sempre o mesmo
"Palavrinhas" ditas a esmo...
Tomam corpo e a Multidão...
Em geral faminta  segue quem ganha no grito
E o Brasil "comeu bonito"
Se lambuzou na refeição!
E agora não sou eu quem diz é o DITO
Vamos ter que voMITAR o Mito
Porque nos deu indiGESTÃO

Paulino Neves
Enviado por Paulino Neves em 16/06/2020
Código do texto: T6978782
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Paulino Neves
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
484 textos (14976 leituras)
88 áudios (5418 audições)
7 e-livros (259 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 03:01)
Paulino Neves