Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bugio de Arvorezinha


Homenagem carinhosa à minha cidade Natal

Arvorezinha me pariu
dentro de um cocho
na beira do rio.
Fui criado à pinhão
e escutando bugio.

Arvorezinha me viu
na beira do fogão
e me aqueceu no frio
em rodas de chimarrão
cantando bugio.

Arvorezinha ouviu
o estouro do facão
que me deu arrepio
num fandango de galpão
dançando bugio.

Arvorezinha me pariu...


instagram @janaina.belle
Palavras Líquidas
Enviado por Palavras Líquidas em 11/04/2021
Código do texto: T7229551
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Palavras Líquidas
Farroupilha - Rio Grande do Sul - Brasil, 41 anos
73 textos (2358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/21 01:26)
Palavras Líquidas