Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versão da música Ronda

De manhã eu vou ao trabalho
Só chego bem tarde
Está frio o jantar
Condução cheia e tão demorada
Com gente espremida
De cara cansada
Eu chego sempre abatida
Estou doente deprimida
E há greve no SUS
O médico não está
Ah! Se o governo quisesse e também a elite
poderiam abrandar
as noites que rondo hospitais e que vou pelas ruas desperada
a vagar
Mas seus interesses não me incluem
eu sou massa de manobra
eu sou massa excedente
e por isso excluída e também excludente.
Ah! se um dia ouvirem o que tenho a dizer
Tenho certeza que depois eles irão me calar
Então, vai dar na 1ª edição:
Morta de fome morreu no morro do cavalão
Magdala Moreira
Enviado por Magdala Moreira em 18/11/2007
Código do texto: T741639

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria de Magdala Cascabulho Moreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magdala Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
106 textos (10278 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 06:37)
Magdala Moreira