Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RIO AGONIA

Eu vi um rio sorrindo,
lhe juro, vi, sim,
ofertando alegrias
e artes para mim.

O caniço era torto,
eu andava de pés no chão,
no entanto me sentia
meio dono deste mundão.

Na sombra do mato
pescava lambari,
comia pitanga,
guabiju e guapuriti.

Eu vejo um rio chorando,
lhe juro, vejo, sim;
pedindo, implorando
ajuda para mim.

Olhando tuas águas turvas,
lamento a tua sorte,
em nome do progresso
mais apressam a tua morte

E agora, velho rio,
simplesmente te digo,
se a ganância te vencer,
o piá que fui irá contigo.
Reneu do Amaral Berni
Enviado por Reneu do Amaral Berni em 02/12/2007
Código do texto: T761530

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Reneu do Amaral Berni). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reneu do Amaral Berni
Goiânia - Goiás - Brasil, 74 anos
2646 textos (80976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:25)