Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
HOUVE ou HOUVERAM (formas pretéritas do verbo HAVER)
 
Se você empregar no sentido de EXISTIR, de ACONTECER ou indicando tempo decorrido, então a forma adequada é sempre o singular HOUVE; aliás, em qualquer tempo verbal, nessa condição, você deve empregar sempre HAVER no singular (houve, há, haverá). Veja:

- HOUVE descontentamento na reunião. (EXISTIU...)
- HOUVE descontentamentos na reunião. (EXISTIRAM...)

- Naquele ano HOUVE mais roubos de veículos em Ponta de Pedras. (Naquele ano ACONTECERAM mais roubos...)

- HAVIA anos que isso não acontecia. (indicando tempo passado)

Aliás, na condição do último exemplo, o verbo FAZER também tem o mesmo comportamento. Veja:

- FAZ um ano que isso aconteceu. (tempo decorrido)
- FAZ dois anos que isso aconteceu. ( " )

Se você empregar o verbo HAVER numa locução verbal (com outros verbos como auxiliares) com esses mesmos sentidos, o comportamento é o mesmo para a conjugação do auxiliar. Veja:

- DEVE HAVER discussão sobre a questão.
- DEVE HAVER discussões sobre as questões.

Mas, e a forma HOUVERAM?

Como verbo pessoal, ou seja, com sujeito, o verbo HAVER tem utilização efetiva reduzida. É empregado, por exemplo, como verbo auxiliar com sentido equivalente ao verbo TER. Veja:

- Vicente HÁ de conversar com o irmão! (tempo presente)
- Vicente e o irmão HÃO de fazer as pazes! ( " )
- Ontem ele HOUVE de estudar para a prova! (tempo passado)
- Ontem eles HOUVERAM de estudar para a prova! ( " )

Acontece que na fala coloquial, descontraída, o falante pouco/não atenta para a conjugação do verbo (o que caracteriza a língua não-padrão). E mesmo com falantes escolarizados, o senso de hipercorreção faz com que se pluralize o verbo impessoal - o que a norma padrão (escolar) reprova. Veja:

- HOUVERAM pessoas que falaram contra o acordo! (inadequada)
- HOUVE pessoas que falaram contra o acordo! (adequada)

No tempo presente fica mais evidente a rejeição do plural. Veja:

- HÃO ponta-pedrenses esclarecidos. (inadequada)
- HÁ ponta-pedrenses esclarecidos. (adequada)

Assim sendo, vamos adequar a nossa língua conforme o contexto, pois se você não cumprir as normas numa redação de concursos ou vestibulares, ou ainda numa entrevista de emprego/estágio, certamente perderá pontos!
Jonas Furtado
Enviado por Jonas Furtado em 07/06/2020
Código do texto: T6970851
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Jonas Furtado
Ponta de Pedras - Pará - Brasil, 47 anos
305 textos (2389 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 08:38)
Jonas Furtado

Site do Escritor